Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3342-2237 R 550 ou 551;
facebook: LabSis Ufrn

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Tremor no Oeste do Ceará em 13/10/2019 (hora local)

    Ontem, 13/10, às 22:47 (hora local, 01:47 do dia 14/10 UTC) ocorreu um tremor no oeste do Ceará, a aproximadamente 20 km a WSW de Tianguá. Esse tremor teve magnitude preliminar estimada  em 2.5 e foi registrado por diversas  estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN. 
      Há relatos de que esse tremor foi sentido nos municípios de Tianguá, Ubajara, Viçosa do Ceará, Mucambo e Ipu. Em Ubajara foi ouvido um forte estrondo e sentido um abalo no chão que durou segundos. Em Tianguá, segundo uma moradora, objetos da casa tremeram. Há ainda diversos relatos dizendo que o tremor dizendo foi sentido em diversas localidades dos municípios de Tianguá e Ubajara. 
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha indica a localização do epicentro. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Pedro II (NBPS).
    O registro desse evento na estação NBPS está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma diário (14/10 UTC) de NBPS podendo se ver claramente  o evento, em amarelo. 
    Como sempre afirmamos em tais situações, é impossível prever se se trata de um evento isolado ou de um evento que possa disparar uma sequência sísmica, como muitas vezes ocorreu no Nordeste do Brasil.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Marconi Oliveira

Referências:




domingo, 15 de setembro de 2019

Sequência de tremores na região de João Câmara em 15/09/2019

    Hoje, 15/09, ocorreu numa sequência de tremores na região de João Câmara, tendo sido identificados pelo menos 5 eventos entre 13 e 16 horas UTC (10 e 13 horas, hora local). O maior evento ocorreu às 14:14 UTC (11:14, hora local) e teve magnitude preliminar estimada em 1.5.
    Esse evento foi registrado por diversas  por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
     Um mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está simbolizado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica o local da estação de Riachuelo (RCBR). A linha vermelha indica o traço da Falha de Samambaia. As áreas dos municípios relacionados a essa falha estão em destaque.
    O registro desses eventos no sismograma diário de RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma diário (15/09) de RCBR podendo se ver claramente 3 eventos após: 13:59, 14:15 e 14:33 UTC.
    O registro do maior evento (14:14 UTC, hora de origem) pode ser visto, em detalhe, na Figura 3.

Figura 3. Registro do evento das 14:14 UTC em RCBR.
    O epicentro do evento foi localizado na área cima de Riacho Seco, no município de Pureza, onde, em março de 1989, ocorreu o segundo tremor em magnitude (5.0) da sequência de sismos entre 1986 e 1993 na região de João Câmara. Essa atividade sísmica foi a que causou maior impacto social devido a terremotos no Brasil, provocando extensos danos em edificações e pânico e fuga da população.
    Como sempre dizemos nesse tipo de situação (ocorrência de sismos) é impossível saber como a atividade sísmica relacionada à Falha de Samambaia vai evoluir. No entanto, o LabSis/UFRN  vem mantendo um monitoramento permanente dessa atividade visando obter dados que permitam informar a sociedade sobre o que realmente está ocorrendo na região e que servem para orientar ações de Defesa Civil.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Novo tremor em Taipu-RN em 11/09/2019

    Hoje, 11/09, às 11:47 UTC (08:47, hora local), foi registrado mais um evento em Taipu, desta vez de magnitude preliminar 1.0.  Estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN registraram esse evento.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo. Em destaque, a área do município de Taipu.
    O registro desse evento na estação RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em RCBR.
    Como sempre afirmamos em situações semelhantes, é impossível saber como essa atividade sísmica vai evoluir. É possível que a atividade cesse, fique na situação atual, com a ocorrência esparsa de eventos, ou recrudesça, com a ocorrência de eventos de maior magnitude que os até agora observados.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes 

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Novo tremor em Caraúbas-RN em 05/09/2019

    Hoje, 05/09, às 03:37 UTC (00:37, hora local) um novo tremor foi sentido em Caraúbas, desta vez de magnitude preliminar estimada em 2.7 e foi registrado por diversas  por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    Esse evento foi sentido na sede do município e, principalmente, em diversas localidades ao norte. O Laboratório entrou em contato com o Coordenador de Defesa Civil de Caraúbas, Sr. Ricardo Adriano, e, segundo ele, há informações de que esse sismo teria sido sentido mais forte no Assentamento Petrolina, onde foi ouvido um  estrondo e a terra tremeu. Segundo notícias de site de Caraúbas, além do estrondo e do tremor,  objetos sobre geladeira chegaram a ser derrubados e, na localidade de Petrolina, "o tremor foi muito forte, as casas se estalaram tudo". 
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. em destaque, os limites do município de Caraúbas.
    O registro do evento na estação de Riachuelo (RCBR) está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em RCBR.
    Essa atividade vem sendo registrada há algum tempo, tendo vários eventos sido sentidos pela população. Como sempre afirmamos nesse tipo de situação é impossível saber como a atividade sísmica em Caraúbas vai evoluir. No entanto, o LabSis/UFRN  vem mantendo um monitoramento permanente dessa atividade visando obter dados que permitam informar a sociedade sobre o que realmente está ocorrendo na região e que servem para orientar ações de Defesa Civil.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Sequência de tremores na dorsal meso-oceânica em 25/08/2019

    Ontem, 25/08, num período de pouco mais de 4 horas, ocorreram quatro tremores de magnitude acima de 4.5 na dorsal, bem próximos uns dos outros. O horário em que os eventos ocorreram foram: 14:54 UTC (magnitude 4.9), 18:31 UTC (magnitude 4.6), 18:46 UTC (magnitude 5.0) e 19:05 UTC (magnitude 4.6).
    O evento de magnitude 5.0 teve o epicentro localizado a aproximadamente  1.263 km a N de Acaraú, a 1.286 km NNE de Luís Correia,  a 1.340 km a NNE de São Luís, a 1.345 km a NNW de Fortaleza, a  1.390 km a NW de São Pedro e São Paulo,  a 1.490 km a NE de Belém, a 1.565 km a  NNW de Fernando de Noronha e a 1.640 km a NNW de Natal.
     O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. Os epicentros dos eventos estão representados por estrelas amarelas e por uma estrela vermelha (evento de magnitude 5.0). A estação de Riachuelo (RCBR) está representada pelo triângulo vermelho.
    O registro de alguns eventos está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma 24 horas de RCBR com o registro dos eventos. O registro mais nítido é do evento de magnitude 4.9, logo após as 15 horas.

Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Marconi Oliveira

sábado, 24 de agosto de 2019

Novo tremor em Taipu-RN em 22/08/2019

    No dia 22/08, às 03:56 UTC (00:56, hora local) ocorreu um novo tremor em Taipu, desta vez de magnitude preliminar 1.3. Esse evento foi registrado por estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
     O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho mostra a localização da estação de Riachuelo (RCBR). Em destaque a área do município de Taipu.
    O registro do evento em RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento na estação RCBR.
Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Marconi Oliveira

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Novo tremor em Quixeramobim-CE em 22/08/2019

    Ontem, 22/08, ocorreu um novo tremor em Quixeramobim, desta vez de magnitude preliminar estimada em 1.6. Esse evento ocorreu às 20:23 UTC (17:23, hora local), foi sentido pela população da localidade de São Joaquim, na forma de estrondo, e foi registrado por estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
     O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo azul representa a estação de Pedra Branca (NBPB). Em destaque as áreas dos municípios de Quixeramobim, Boa Viagem e Madalena.
    O registro do evento na estação NBPB está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento na estação NBPB.
Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes,  Marconi Oliveira, Flauber Costa

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Novo tremor no Ceará em 19/08/2019

    No dia 19/08, às 06:30 UTC (03:30, hora local) um novo tremor voltou a ocorrer no Ceará, desta vez de magnitude preliminar estimada em 1.6. Esse evento, segundo informações de Francisco Brandão, da Defesa Civil do Ceará, foi sentido pela população e foi registrado por estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
     O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho representa a estação de Cascavel (NBCL). 
    O registro do evento na estação NBCL está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em NBCL.
Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes,  Marconi Oliveira, Flauber Costa

sábado, 10 de agosto de 2019

Novos tremores na dorsal meso-oceânica em 10/08/2019

    Hoje, 10/08, dois novos tremores ocorreram na dorsal meso-oceânica praticamente com o mesmo epicentro. Esses eventos foram registrados por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira operadas pela UFRN. O primeiro evento ocorreu às 03:04 UTC e teve magnitude preliminar 4.1, o que implica que não aparecerá nas listas do USGS e EMSC, que só divulgam tremores de magnitude acima de 4.5. 
    O evento principal, de magnitude 5.1, ocorreu às 04:41 UTC e teve o epicentro localizado a aproximadamente 1.122 km a NW de São Pedro e São Paulo, a 1.205 km a NNE de Acaraú, a 1.259 km a N de Fortaleza, a 1.360 km a  NNW de Fernando de Noronha, a 1.375 km a NNE de São Luís e a 1.490 km a NNW de Natal.
     O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação Pedro Segundo (NBPS).
     O registro dos eventos em NBPS está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma diário (10/08) da estação NBPS. Os eventos estão na parte superior do sismograma, em azul o evento das 03:04 e em amarelo o evento das 03:41.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Tremor em Beberibe -CE em 09/08/2019

    Hoje, 09/08, às 11:09 UTC (08:09, hora local), ocorreu um tremor em Beberibe de magnitude preliminar 1.3.   Esse evento foi registrado por algumas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
     O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação deCascavel(NBCL).
    O  registro desse evento na estação NBCL está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em RCBR.
    Eventos na região de Cascavel, que inclui Beberibe, vem sendo registrados com bastante frequência pela estação NBCL. Nessa região há várias áreas epicentrais. No momento essa atividade sísmica só está se manifestando na forma de microtremores (eventos abaixo do limiar de percepção) não sendo possível prever quando essa atividade pode passar desse nível.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Marconi Oliveira, Eduardo Menezes, Flauber Costa