Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3342-2237 R 550 ou 551;
facebook: LabSis Ufrn

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Novo tremor em Quixeramobim-CE em 15/07/2019

    Hoje, 15/07, às 05:49 UTC (02:49, hora local), ocorreu mais um tremor em Quixeramobim, desta vez de magnitude preliminar 1.8. Esse evento foi sentido na localidade de São Joaquim e foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

 Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo verde mostra a localização da estação QINO, da rede de estações sismográficas instaladas na região.
    O registro do evento na estação QINO está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento na estação QINO.
Fonte: LabSis/UFRN, RSBR, INCT-ET
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Marconi Oliveira

sábado, 13 de julho de 2019

Novo tremor próximo a João Câmara-RN em 13/07/2019

    Hoje, 13/07, às 12:56 UTC (09:56, hora local) ocorreu um novo tremor próximo a João Câmara de magnitude preliminar 2.5. Esse tremor foi sentido em João Câmara, assustando a população, e  foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

 Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. As estações de João Câmara (ACJC)  e de Riachuelo (RCBR) estão representadas por triângulos vermelhos. A linha vermelha indica a Falha de Samambaia.
    O registro do evento na estação ACJC está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma 24 h da estação ACJC. O evento aparece claramente em vermelho.
    Como sempre afirmamos não é possível saber se esse evento é um evento isolado ou o início de um período de intensa atividade sísmica. Só o tempo dirá do que se trata.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Marconi Oliveira, André Silva

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Novo tremor próximo a João Câmara-RN em 04/07/2019

    Hoje, 04/07, às 07:15 UTC (04:15, hora local), ocorreu um novo tremor próximo a João Câmara, desta vez de magnitude preliminar 1.5. Esse evento foi sentido em João Câmara e foi registrado por estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. A estação de João Câmara (ACJC) está representada pelo triângulo vermelho. A linha vermelha indica a Falha de Samambaia.
    O registro do evento na estação ACJC está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em ACJC.
    Como se pode notar, esse evento está a oeste da Falha de Samambaia. Isto não é novidade. Na campanha de 1987-88 foram registrados diversos eventos nessa região, evidentemente fora da Falha de Samambaia, conforme se pode ver na Figura 3.

Figura 3. Mapa de detalhe dos epicentros de sismos 1987-88, simbolizados pelas pequenas bolas brancas. Os epicentros na área de maior densidade estão na Falha de Samambaia. Adaptado de Bezerra et al. 2011.
Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Marconi Oliveira

terça-feira, 18 de junho de 2019

Novo tremor na dorsal próximo a São Pedro e São Paulo em 17/06/2019

    Ontem, 17/06, às 20:03 UTC, ocorreu um novo tremor na dorsal meso-oceânica, desta vez de magnitude 5.5. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente 360 km a E de São Pedro e São Paulo (portanto, dentro do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva),   a 866 km a NE de Fernando de Noronha, a 1.237 km a NE de São Miguel do Gostoso, a  1.244 km a NE de Natal e a 1.495 km a ENE de Fortaleza.
    O mapa de localização epicentral desse evento está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral.  O epicentro está simbolizado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro do sismo na estação RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma diário da estação RCBR. O evento está registrado após as 20:00.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Novo tremor em Quixeramobim-CE em 16/06/2019

    Ontem, 16/06, ocorreu um novo tremor em Quixeramobim, desta vez de magnitude preliminar estimada em 1.9. Segundo relato de moradores da localidade de São Joaquim, foi sentido um estrondo seguido de um tremor de terra. Esse  evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

 Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha.  O triângulo vermelho mostra a localização da estação de Pedra Branca (NBPB.) Os triângulos verdes representam as estações sismográficas instaladas na região.
        O registro do evento na estação NBPB está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento na estação NBPB.
    Como temos dito, é impossível prever como essa atividade sísmica vai progredir, podendo parar de repente, se manter mas no nível de magnitude atual ou mesmo recrudescer, podendo haver sismos de magnitude maior que os até agora observados. Só o tempo dirá qual das hipóteses é a verdadeira.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR, INCT-ET
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Marconi Oliveira

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Tremor em Florânia-RN em 15/05/2019

    Hoje, 15/05, às 08:49 UTC (05:49, hora local), ocorreu um tremor de magnitude preliminar estimada em 1.7. Esse evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
      O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha indica o epicentro. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR). Em destaque, a área do município de Florânia.
     O registro do evento em RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em RCBR.
Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Marconi Oliveira

terça-feira, 7 de maio de 2019

Tremor no litoral do RN em 04/05/2019

    No dia 04/05, às 12:25 UTC, ocorreu um tremor de magnitude preliminar 2.1 no litoral do Rio Grande do Norte. O epicentro foi localizado a aproximadamente 45 km a NE de Touros. Esse evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está simbolizado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR). A linha vermelha mostra a localização da Falha de Samambaia.
    O registro desse evento na estação RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em RCBR.
    Olhando para a Figura 1 podemos conjecturar, levando-se em conta as possíveis imprecisões na determinação epicentral se esse evento pode ou não estar localizado num possível prolongamento da Falha de Samambaia no oceano. Se essa hipótese vier a se confirmar com o tempo teríamos então uma falha sismogênica de aproximadamente 100 km de extensão.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Marconi Oliveira, Eduardo Menezes

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Atividade sísmica em Bento Fernandes em 01/05/2019

    Ontem, 01/05, a estação de Riachuelo (RCBR) registrou três eventos (microtremores) em Bento Fernandes.  Os eventos ocorreram às 02:56, 06:11 e 22:05 UTC.
     O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está simbolizado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação RCBR. A linha vermelha indica a Falha de Samambaia. Em destaque os municípios cruzados por essa falha.
    O registro do evento das 06:11 UTC em RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento às 06:11 em RCBR
    Embora se trate de três microtremores  é importante continuar o monitoramento dessa atividade sísmica que pode, de alguma forma, estar relacionada com a Falha de Samambaia, a maior falha sismogênica conhecida no Brasil e que, várias vezes, tem causado problemas para a população da região.

Fonte: LabSis/UFRN
Joaquim Ferreira, Marconi Oliveira

sábado, 20 de abril de 2019

Novo tremor no Ceará em 20/04/2019

    Hoje, 20/04, às 03:26 UTC (00:26, hora local) foi sentido um novo tremor no Ceará, desta vez de magnitude preliminar 1.7. Segundo o Sr. Ivanildo, morador de São Joaquim, no município de Quixeramobim, esse evento foi sentido nessa localidade. 
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

 Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha.  O triângulo vermelho mostra a localização da estação de Pedra Branca (NBPB.) Os triângulos verdes representam as estações sismográficas instaladas na região.
   O registro desse evento na estação NBPB está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento na estação NBPB.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Marconi Oliveira

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Novo tremor no Ceará em 18/04/2019 (hora local)

    No dia 18/04 às 23:30 (hora local; 02:30 do dia 19/04 UTC) ocorreu um novo tremor no Ceará, desta vez de magnitude preliminar 3.3.  Esse tremor foi sentido em diversas localidades dos municípios de Quixeramobim, Madalena e Boa Viagem e registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN, inclusive a estação de Itapé (NBIT), a aproximadamente 1.100 km do epicentro.
    O registro do evento na estação de Pedra Branca (NBPB) está mostrado na Figura 1. 

Figura 1. Registro do dia 19/04 (UTC) da estação de Pedra Branca (NBPB). 
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 2.

 Figura 2. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha.  O triângulo vermelho mostra a localização da estação de Pedra Branca (NBPB.) Os triângulos verdes representam as estações sismográficas instaladas na região.
    Quando o tremor ocorreu a população das proximidades da área epicentral entrou em contato com Eduardo Menezes, do LabSis, narrando o que tinha ocorrido. Eduardo entrou em contato com Francisco Brandão, da Defesa Civil do Ceará, bem como com as defesas civis de Quixeramobim, Madalena e Boa Viagem.
    Como temos dito, é impossível prever como essa atividade sísmica vai progredir, podendo parar de repente, se manter mas no nível de magnitude atual ou mesmo recrudescer podendo haver sismos de magnitude maior que a até agora observada. Só o tempo dirá qual das hipóteses era a verdadeira.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

segunda-feira, 1 de abril de 2019

Tremor de magnitude 3.0 no Ceará em 30/03/2019

    No dia 30/03, às 11:08 UTC (08:08, hora local) ocorreu um novo tremor acima do limiar de percepção (1.5), desta vez de magnitude 3.0. Este tremor foi sentido pela população dos municípios de Quixeramobim, Madalena e Boa Sorte. Esse evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN. 
    O registro do evento na estação de Pedra Branca (NBPB) está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Sismograma diário da estação NBPB. O evento está registrado após as 11:08.
    Esse evento foi registrado também pelas três primeiras estações em operação na região (QIFO, QISJ e QINO). O epicentro determinado a partir desses registros está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha.  Os triângulos verdes representam as estações sismográficas instaladas na região.
    Como sempre afirmamos, é impossível saber como evoluirá a atual atividade sísmica que está sendo estudada. Em breve, as seis estações já estarão em operação.
    Em áreas de estudo sempre fazemos palestras, junto com a defesa civil, visando esclarecer o que está ocorrendo para a população. Hoje à tarde, às 15:30, será dada uma palestra na localidade de Fogareiro por Eduardo Menezes, da UFRN, e Francisco Brandão, da Defesa Civil do Ceará. 

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR, INCT-ET
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira

sexta-feira, 29 de março de 2019

Instalação de rede sismográfica para o estudo de atividade sísmica no Ceará.

    Desde ontem à tarde os técnicos do LabSis/UFRN, Eduardo Menezes e Marconi Oliveira, com recursos financeiros do INCT de Estudos Tectônicos, começaram a instalação de uma rede sismográfica local no Ceará. As duas primeiras estações, no município de Quixeramobim (QIFO - Fogareiro e QISJ - São Joaquim) já estão em operação tendo sido registrados os primeiros eventos. 
    A atividade sísmica continua, na forma de microtremores mas, hoje à tarde, às 18:14 UTC (15:14, hora local) foi registrado um evento de magnitude 1.5, acima do limiar de percepção costumeiro para eventos no Nordeste, de 1.5.
        Um momento da instalação da estação QISJ pode ser visto na Figura 1.

Figura 1. O técnico Eduardo Menezes instalando a estação QISJ, em São Joaquim, Quixeramobim.
     Esperamos que os dados coletados possam esclarecer melhor onde está a área  epicentral dos eventos que tem sido sentidos pela população.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR, INCT-ET
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira, Flauber Costa, André Silva, Marcos Pinto
  

quarta-feira, 27 de março de 2019

Atividade sísmica no Ceará continuou nos dias 24, 25 e 26/03/2019

    A atividade sísmica no Ceará continua. No período de 18 a 27/03 já foram registrados mais de 200 eventos na estação de Pedra Branca (NBPB). Os eventos de maior magnitude, nos últimos três dias, ocorreram no dia 26. O primeiro ocorreu às 13:25 UTC (10:25, hora local) e teve magnitude estimada em 1.8. O segundo evento, de magnitude 2.5, ocorreu 03 minutos depois, às 13:28 UTC (10:28, hora local).  Esses eventos foram registrados por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN. 
    O registro dos eventos do dia 26, na estação NBPB, estão mostrados na Figura 1.

Figura 1. Registro dos eventos de magnitude 1.8 e 2.5, do dia 26/03, na estação NBPB.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Mapa da área epicentral. A estrela vermelha indica o provável epicentro do sismo de magnitude 2.5. Em destaque, a área do município de Quixeramobim.
    Tendo em vista a continuidade sísmica na região, o Laboratório Sismológico da UFRN, com recursos financeiro do INCT de Estudos Tectônicos e apoio das Defesas Civis de Quixeramobim, Boa Viagem e Madalena, bem como da Defesa Civil do Ceará, vai instalar uma rede sismográfica, composta por 6 estações.
        O estudo tem por objetivo determinar, com precisão, os epicentros e profundidade dos sismos bem como verificar sua possível correlação com feições geológicas mapeadas na região.
    Participarão da campanha Eduardo Menezes e Marconi Oliveira que também aproveitarão a ocasião para esclarecer a população sobre o que está ocorrendo, em conjunto com as defesas civis envolvidas.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR, INCT-ET
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira, Flauber Costa

sábado, 23 de março de 2019

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 23/03/2019

    Hoje, 23/03, às 12:35 UTC ocorreu um novo tremor na dorsal meso-oceânica, desta vez de magnitude 5.4. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente 1.120 km a NW de São Pedro e São Paulo,   a 1.195 km a NNE de Acaraú,  a 1.249 km a N de Fortaleza, a 1.355 km a NNW de Fernando de Noronha, a 1.370 km a NNE de São Luís e a  1.485 km a NNW de Natal.
    O mapa de localização epicentral desse evento está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral.  O epicentro está simbolizado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Morrinhos (NBMO).
     O registro desse evento na estação de NBMO está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma diário da estação NBMO. O evento está registrado após as 12:38.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

Intensa atividade sísmica no Ceará continuou no dia 23/03/2019

    Hoje, 23/03, a intensa atividade sísmica no Ceará continuou. Os eventos de maior magnitude ocorreram às 06:36 UTC (03:36, hora local), de magnitude 2.1,  às 06:57 UTC (03:57, hora local), de magnitude 2.5,  às 17:59 UTC (14:59, hora local), de magnitude 1.9 e às 19:18 UTC (15:18, hora local), de magnitude 2.4. Esses eventos foram registrados por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira operadas pela UFRN. 
     Tem nos chegado informações sobre como esses eventos tem sido sentidos em diversas localidades dos municípios de Quixeramobim (São Joaquim, Maraquetá e Perdição), de Madalena (Vila Angelim e Quieto) e de Boa Sorte (Poço do Gado e Domingos da Costa). O maior evento de hoje, de magnitude 2.5, segundo o relato de uma moradora de Poço do Gado, foi um grande estrondo que abalou a casa e causando um rangido no telhado. Um mapa mostrando o epicentro e as localidades citadas está na Figura 1.

Figura 1. Mapa da área epicentral. A estrela vermelha indica o provável epicentro do sismo de magnitude 2.5. Em destaque, a área do município de Quixeramobim.
    O registro dos eventos de hoje na estação de Pedra Branca (NBPB) está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma 24 do dia 23/03 (UTC). Os maiores eventos estão registrados após as 06:36 (2.1), 06:57 (2.5), 17:59 (1.9) e 19:18 (2.4).
    Como temos dito, é impossível prever como essa atividade sísmica vai progredir, podendo parar de repente, se manter mas no nível de magnitude atual ou mesmo recrudescer podendo haver sismos de magnitude maior que a até agora observada. Só o tempo dirá qual das hipóteses era a verdadeira.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira

sexta-feira, 22 de março de 2019

Intensa atividade sísmica no Ceará continua nos dias 21 e 22/03/2019

   A intensa atividade sísmica no Ceará continua. A área epicentral fica próxima à localidade de São Joaquim, município de Quixeramobim, cuja localização pode ser vista na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo azul mostra a localização da estação de Pedra Branca (NBPB). Em destaque, os limites do município de Quixeramobim.
    Ontem, 21/03, e hoje, 22/03, muitos sismos continuam sendo registrados pela estação NBPB que está a aproximadamente 50 km ao sul da área epicentral. Ontem, 21/03  (UTC) foram registrados 3 eventos acima do limiar de percepção, em geral da ordem de 1.5, mas que pode ser menor. Esses eventos ocorreram às 02:39 UTC (23:39, hora local do dia 20/03), de magnitude 1.5, ás 09:31 UTC (06:31, hora local), de magnitude 1.5) e às 15:19 UTC (12:19, hora local), de magnitude 1.7.
    Hoje, até o momento, 11:15 UTC (08:15, hora local) somente foram registrados microtremores, que são sismos de magnitude abaixo do limiar de percepção. Os maiores foram registrados às 06:52 UTC (03:52, hora local), de magnitude 1.2 e às 08:10 UTC (05:10, hora local), de magnitude 1.0. No registro do evento de magnitude 1.2 (Figura 2) pela estação NBPB podem se ver outros microtremores registrados, o que comprova a intensa atividade sísmica, pelo menos na escala de microtremores.

Figura 2. Registro em NBPB  mostrando o evento de magnitude 1.2 seguido de três outros microtremores.
     Contatos mantidos com autoridades e população local nos permitem verificar o efeito dos tremores. No tremor de magnitude 2.9, a terra tremeu muito e deixou as pessoas aflitas; caiu reboco solto das paredes na escola, mas não tem rachaduras; casa tremeu, bem como cisterna e árvore; pessoa correu e ficou em pânico, sem ação. Nos eventos de magnitude 1.5 de ontem só foram sentidos os estrondos, sem o tremor.
    Repetindo o que já afirmamos: é impossível prever como a atual atividade sísmica vai evoluir. O que se sabe é que, no momento, continua intensa com muitos microtremores sendo registrados pela estação NBPB.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira, Flauber Costa, André Silva, Rômulo Farias

quarta-feira, 20 de março de 2019

Intensa atividade sísmica no Ceará continua nos dias 19 e 20/03/2019

    Ontem e hoje a intensa atividade sísmica no Ceará continuou. Até o momento já foram registrados mais de 70 eventos na estação de Pedra Branca (NBPB), a aproximadamente 50 km da área epicentral.
    No dia 19/03, os eventos de maior magnitude ocorreram às 11:19 UTC (08:19, hora local), de magnitude 2.3, e às 13:14 UTC (10:14, hora local), de magnitude 2.0. No dia de hoje (20/03) ocorreu o maior tremor até agora, de magnitude preliminar 2.9, às 10:32 UTC (07:32, hora local).  Esses eventos foram registrados por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira operadas pela UFRN.
    Notícias advindas da Defesa Civil de Qixeramobim, confirmam que os tremores de terra vem sendo sentidos principalmente na localidade de São Joaquim. A localização preliminar do evento de hoje mostra que o mesmo ocorreu a menos de 5 km dessa localidade.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo azul mostra a localização da estação de Pedra Branca (NBPB). Em destaque, os limites do município de Quixeramobim.
    Os registros dos eventos dos dias 19 e 20/03 estão mostrados nas Figuras 2 e 3.

Figura 2. Sismograma 24 h do dia 19/03 da estação NBPB. Os maiores, às 11:19 e 13:14 UTC estão em azul. 
Figura 3. Sismograma 24 h (pardial) do dia 20/03 da estação NBPB. O maior evento pode ser visto, em vermelho, após as 10:32 UTC. 
    Estamos mantendo contato permanente com o Sr. Francisco Brandão, da Defesa Civil do Ceará, bem como com a Defesa Civil de Quixeramobim acerca dos registros dos sismos.
    Como sempre afirmamos, em situações semelhantes, não é possível prever como essa atividade sísmica vai evoluir, podendo diminuir ou até mesmo aumentar. De qualquer forma, uma equipe do LabSis deve seguir para a região para, em colaboração com a Defesa Civil, esclarecer a população e, tentar instalar estações sismográficas portáteis que permitam identificar com maior precisão a área epicentral.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira, Flauber Costa, André Silva, Rômulo Farias

segunda-feira, 18 de março de 2019

Intensa atividade sísmica no Ceará em 17 e 18/03/2019 (hora local)

     Ontem, 17/03, e hoje, ocorreram vários tremores no Ceará. O epicentro preliminar está localizado a aproximadamente 20 km a E de Boa Viagem. Esses eventos foram registrados por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira operadas pela UFRN.
    Ontem à noite ocorreram 3 sismos, de magnitudes preliminares 1.8 (22:24, hora local; 01:24 do dia 18/03 UTC), 2.1 (23:20, hora local; 02:20 do dia 18/03 UTC) e 2.4 (23:41, hora local; 02:41 do dia 18/03 UTC). No dia de hoje, foram registrados dois eventos dentro do limite de percepção de 1.5. O primeiro evento, de magnitude preliminar 2.3, ocorreu às 12:45 (hora local; 15:45 UTC). O segundo evento, de magnitude preliminar 2.6, ocorreu às 16:28 (hora local; 19:28 UTC).
    Segundo Francisco Brandão, da Defesa Civil do Ceará, os eventos de ontem à noite foram sentidos no município de Madalena. No momento ele está fazendo um levantamento em outros municípios próximos ao possível epicentro.
    O mapa de localização do provável epicentro está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo azul mostra a localização da estação de Pedra Branca (NBPB).
    O registro dos eventos na estação NBPB está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma de hoje da estação NBPB. Os três primeiros eventos estão mostrados na parte superior do sismograma. O evento das 19:28 UTC está registrado, em azul, na parte inferior do sismograma. 
Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira, Flauber Costa, André Silva, Rômulo Brito

Novos tremores em Alagoas em 17 e 18/03/2019 (hora local)

    Ontem, 17/03 e hoje (18/03), foram sentidos novos tremores em Alagoas. O primeiro evento, de magnitude preliminar estimada em 2.7 ocorreu às 23:17 do dia 17 (hora local; 02:17 do dia 18/03 UTC)  e foi registrado por diversas  por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN. Esse evento foi sentido em Arapiraca e em diversas localidades do município de Feira Grande, conforme blog de Arapiraca referenciado abaixo. 
    O segundo evento ocorreu hoje  às 08:24 (hora local; 11:24 UTC), teve magnitude preliminar estimada em 1.9 e foi sentido em algumas localidades de  Feira Grande.
     A localização preliminar do epicentro está mostrada na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho mostra a localização da estação de Anadia (NBAN).
    O registro desses eventos pela estação NBAN está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma de hoje da estação NBAN. O primeiro evento, em verde, está registrado após as 02:18 UTC. O segundo evento, em azul, está registrado após as 18:24 UTC.
Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira, Flauber Costa, André Silva

Referências


quinta-feira, 14 de março de 2019

Novos tremores em Caraúbas-RN em 14/03/2019

    Hoje, 14/03, vários tremores foram registrados em Caraúbas. O evento de maior magnitude ocorreu às 08:52 UTC (05:52, hora local), teve magnitude preliminar estimada em 2.0 e foi registrado por diversas  por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro do evento está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Paraú (NBPA). Em destaque, os limites do município de Caraúbas.
    O registro desse evento na estação NBPA está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento na estação NBPA.
    Como sempre afirmamos nesse tipo de situação é impossível saber como a atividade sísmica em Caraúbas vai evoluir. 

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira, André Silva

sexta-feira, 8 de março de 2019

Novos tremores em Caraúbas-RN em 07/03/2019

    Ontem, 07/03, ocorreram dois novos tremores em Caraúbas. O primeiro evento, de magnitude estimada em 1.5, ocorreu ás 05:49 UTC (02:49, hora local). O segundo evento, de magnitude estimada em 1.2 ocorreu às 06:22 UTC (03:22, hora local). Esses eventos foram registrados por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha simboliza o epicentro. O triângulo azul a localização da estação de Paraú (NBPA). Em destaque, os limites do município de Caraúbas.
    O registro do evento de magnitude 1.5 na estação NBPA está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em NBPA.
    No ano passado foram vários os eventos ocorridos nessa região e noticiadas neste blog, com, por exemplo, no dia 23/07.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes , Marconi Oliveira

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Novos tremores na cordilheira meso-oceânica em 25/02/2019

    Hoje, 25/02, ocorreram dois tremores na cordilheira meso oceânica. O primeiro evento, de magnitude 5.6, ocorreu às 15:05 UTC. O segundo evento, de magnitude 4.9, ocorreu às 15:47 UTC.
    O epicentro dos eventos é praticamente coincidente. O epicentro do maior evento está localizado a aproximadamente  520 km a NW de São Pedro e São Paulo (portanto, fora do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva),   a 900 km a N de Fernando de Noronha, a 1.005 km a NE de Fortaleza e a  1.155 km a NNE.
    O mapa de localização epicentral desse evento está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral.  O epicentro está simbolizado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro dos eventos em RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2.  Sismograma 24 horas de RCBR. O registro dos eventos está após as 15:00.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Novo tremor na dorsal próximo a São Pedro e São Paulo em 06/02/2019

    No dia 06/02, às 19:28 UTC, ocorreu um novo tremor na dorsal meso-oceânica, desta vez de magnitude 4.9. Esse evento só apareceu na lista do USGS alguns dias após ter ocorrido. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente 280 km a NW de São Pedro e São Paulo (portanto, dentro do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva),   741 km a N de Fernando de Noronha, a 1.022 km a NNE de São Miguel do Gostoso, a  1.047 km a NNE de Natal e a 1.093 km a NE de Fortaleza.
    O mapa de localização epicentral desse evento está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral.  O epicentro está simbolizado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro do sismo na estação RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma diário da estação RCBR. O evento está registrado após as 19:30.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Novos tremores em Malhador-SE em 19 e 23/01/2019

    A atividade sísmica continua em Malhador. No dia 19/01 foram sentidos dois tremores de terra. O primeiro, de magnitude preliminar 1.9, ocorreu às 07:35 UTC (04:35, hora local) e, o segundo, de magnitude preliminar 2.0, ocorreu às 11:26 UTC (08:26, hora local). Hoje, 23/01, às 06:07 UTC (03:07, hora local), ocorreu um tremor de magnitude preliminar 1.3 e pelo menos uma pessoa relatou que sentiu o evento.
    Alguns desses eventos tem sido registrados pelas estações da Rdede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa da localização epicentral dos eventos em Malhador está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha simboliza o epicentro. O triângulo vermelho a localização da estação de Lagarto (NBLA). Em destaque, os limites do município de Malhador.
    O registro do evento de hoje pela estação NBLA está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento de 23/01 em NBLA.
    Como se vê, a atividade sísmica em Malhador continua. No entanto, é impossível prever como será sua evolução. É possível que ocorram mais alguns tremores e a atividade cesse por um período, como já aconteceu anteriormente. É possível também que a atividade persista, inclusive com a ocorrência de tremores de maior magnitude dos que até agora observados. Só o tempo dirá qual será a evolução da atividade sísmica em Malhador.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, André Silva