Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3215-3796;
facebook: LabSis Ufrn

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Tremor de magnitude 5.9 na cordilheira meso-oceânica.

Ontem, às 23:00 UTC, ocorreu um tremor de magnitude 5.9 na cordilheira meso-oceânica, a 1458 km de Belém-PA.
A localização do epicentro e o registro na estação de Riachuelo (RCBR) são mostrados abaixo, com dados do USGS ( http://earthquake.usgs.gov/earthquakes/recenteqsww/Quakes/quakes_all.php ).



A localização e o registro da estação RCBR também podem ser vistos, abaixo, através de dados obtidos do site do IRIS  ( http://www.iris.edu/dms/seismon.htm ). No caso do mapa do IRIS é possível visualizar não só o sismo em tela mas também outros eventos que ocorreram antes e depois do sismo de que estamos falando.
 

Fonte: USGS, IRIS.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Nova área sísmica no Rio Grande do Norte.

    Hoje, durante análise de rotina dos dados da estação de Riachuelo (RCBR) percebemos que havia sido registrado um micro-tremor, de magnitude <1.0. Esse sismo ocorreu às 05:52 UTC (02:52 h. local). O registro do mesmo é mostrado na figura abaixo.

  
    Uma análise dos sismogramas permitiu determinar a distância epicentral e o back azimute  (ver figura abaixo),  isto é, a direção de onde veio o tremor.  

    Dessa forma foi possível determinar o epicentro do mesmo. O epicentro está localizado praticamente à mesma distância das cidades de Lagoa de Velhos, Senador Elói de Souza e Serra Caiada (antiga Presidente Juscelino), conforme mostra o mapa abaixo.

    A importância deste tremor não está na magnitude, tão baixa que não pode ser sentido pela população, mas na descoberta de uma nova área sísmica onde, futuramente, podem vir a ocorrer novos tremores de magnitude maior e que podem ser sentidos pela população.

Fonte: LabSis/UFRN; INCT-ET; RSISNE

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Tremor de magnitude 4.7 na cordilheira meso-oceânica.

Ontem, dia 17,  às 16:37 UTC ocorreu um tremor de magnitude 4.7 na cordilheira meso-oceânica, a aproximadamente 1311 km de Natal. O mapa da localização do epicentro bem como o registro do sismo na estação RCBR encontram-se abaixo.


Fonte: USGS.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Reportagem sobre pesquisa no Arquipélago de São Pedro e São Paulo

Reportagem do Jornal O Vale, por ocasião da mais recente Comissão ao Arquipélago de São Pedro e São Paulo. Neste arquipélago operamos, em conjunto e com apoio da Marinha do Brasil, uma estação sismográfica.

domingo, 10 de julho de 2011

Visita a Florânia - RN

 Na sexta feira à tarde, o técnico do LabSis/UFRN Eduardo Alexandre Santos de Meneses esteve em visita a Florânia para verificar o efeito do tremor de magnitude 2.1 e, por meio de levantamento macrossísmico, tentar determinar, com maior precisão o epicentro do mesmo. Uma foto da visita encontra-se abaixo.

Técnico Eduardo Alexandre (à esquerda) conversando com a população de Florânia.

Segundo ele pôde averiguar, o tremor foi sentido com maior intensidade na vila de Jucuri, a 2 km da sede do município. Eis alguns relatos:
- A Sra. Guiomar Ferreira, na hora do tremor,  estava sentada na cama e sentiu o chão tremer e ouviu o telhado chiar.
- O Sr. José Vinício Clemente, morador a mesma localidade, descreveu que escutou um estrondo forte e a terra ficou gemendo. Ele estava fora da casa, na calçada, e teve a impressão de que uma bomba havia explodido.
- A Sra. Maria falou que seu neto estava sentado em um sofá na sala e sentiu como se o sofá o tivesse sacudido para cima. Ela observou que os alumínios da cozinha bateram e a janela vibrou.
- Em um comércio pequeno, na mesma localidade, o proprietário falou que as prateleiras balançaram mas não derrubou nada. Ele pensou que era um tiro de dinamite ali perto.
- No centro de Florânia, a descrição de várias pessoas foi praticamente a mesma: escutaram um forte estrondo seguido de um tremor de terra rápido.
- Em visita à estação de bombeamento da Caern, em Florânia, Eduardo ouviu tambem a narração de funcionários que ali estavam trabalhando na hora e, tiveram a impressão de ter sido uma das bombas da estação que tivesse estourado, na hora do estrondo, mas, checando em seguida toda a área da casa de máquinas, constataram ser mesmo um tremor de terra.
- Em conversa com o Sr. Edson Dantas, funcionário da Caern, e que tem um blog ( http://www.edsondantas.com/ ), ele descreveu que na hora do tremor estava sentado redigindo uma materia de notícias da região quando foi supreendido pelo estrondo seguido do tremor. Ele falou que imediatamente postou em seu  blog a informação sobre o tremor e, em seguida saiu para rua onde colheu várias informações sobre o tremor junto á população da cidade. Com base nos relatos coletados de várias partes da cidade, e regiões adjacentes, ele concluiu que o tremor teria sido mais forte na vila de Jucuri, para onde se deslocou ( http://www.edsondantas.com/?p=15902 ).  A visita do técnico Eduardo Alexandre a Florânia também foi postada no blog de Edson Dantas: http://www.edsondantas.com/?p=15914

 A visita a locais afetados por tremores de terra é importante por posibilitar a coleta de dados referentes ao efeito dos mesmos e, concomitantemente, esclarecer a população sobre o que está ocorrendo. Essa é uma das tarefas primordiais do LabSis/UFRN que será realizada, sempre que possível.
Além de ter sido registrado pelas estações de Riachuelo (RCBR) e Pau dos Ferros (PFBR) o tremor foi bem registrado pela estação mais próxima, a de Paraú (NBPA) pertencente á Rede Sismográfica do Nordeste do Brasil (RSISNE), que está a aproximadamente 50 km de Florânia, que servirá como estação base para o acompanhamento da evelução da atividade sísmica nessa região. O registro do sismo de magnitude 2.1 pela estação NBPA encontra-se abaixo.

Fonte: LabSis/UFRN; INCT de Estudos Tectônicos; RSISNE.

Novos tremores na cordilheira meso-oceânica.

No final do dia de ontem (23:17 e 23:47 UTC) ocorreram dois tremores de magnitude 4.9 próximos à Ilha de Ascenção. A localização desses eventos (em vermelho), bem como a localização do tremor de magnitude 5.3 (em amarelo), que ocorreu no dia 08/07, são mostrados na figura abaixo. A imagem foi retirada do site do IRIS (www.iris.edu). A estação de Riachuelo (RCBR), operada pela UFRN, é uma estação da rede global (GSN), mantida pelo IRIS, USGS e CTBTO.

Mapa da localização dos últimos eventos na cordilheira meso-oceânica, conforme descrito acima. A estação de Riachuelo (RCBR) é representada pelo pequeno triângulo azul na costa do Nordeste

Fonte: USGS; IRIS

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Tremor de terra em Florânia-RN

Um tremor de terra  foi sentido pela população de Florânia, hoje pela manhã. O mesmo foi registrado pelas estações operadas pelo LabSis-UFRN. A magnitude preliminar foi estimada em 2.1, de acordo com o registro da estação de Riachuelo - RCBR. Segundo este registro o evento ocorreu as 10h47 UTC (07:47 hora local).
Informações da população e de repórteres que nos contataram relatam que foi sentido um estrondo balançando as casas. Há notícias de que o tremor teria sido mais forte próximo ao Santuário das Graças, na região de Rainha do Prado, a 5 km do centro da cidade.

Registro do evento em RCBR

Fonte: USGS; LabSis/UFRN; INCT de Estudos Tectônicos; RSISNE. 

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica

Hoje, às 05:53 UTC (02:53 hora local) ocorreu um tremor de magnitude 5.3, no meio do Oceano Atlântico, na cordilheira meso-oceânica. O tremor ocorreu a 336 km do arquipélago de São Pedro e São Paulo e a 1227 km de Natal.
O mapa de localização do epicentro e os registros nas estações de Riachuelo-RN (RCBR), segue em anexo.

Mapa de localização
Registro da estação RCBR

Fonte: USGS; LabSis/UFRN.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

A Frágil Crosta do Nordeste


Publicada na Revista FAPESP edição 184 Junho 2011, a matéria "A Frágil Crosta do Nordeste" que, dentre outros pontos, discorre sobre o experimento de refração sísmica realizado no início de 2011 pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Estudos Tectônicos (INCT), que tem a participação de diversas instituições do Brasil.
Veja a matéria abaixo:

A Frágil Crosta do Nordeste