Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3215-3796;
facebook: LabSis Ufrn

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Novos tremores em Pedra Preta-RN em 29/12/2014

    Ontem, dia 29/12, ocorreram dois novos tremores em Pedra Preta acima do limiar de percepção (1.5). O primeiro evento ocorreu às 15:47 UTC (12:47, hora local) e teve magnitude 1.8. O segundo evento ocorreu às 17:39 UTC (14:39, hora local) e teve magnitude 1.9. Os epicentros desses tremores estão bastante próximos e estão a aproximadamente 12 km a SSE de Jandaíra e a 14 km a NNE de Pedra Preta.
     O mapa de localização epicentral está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. Os epicentros dos eventos estão representados pelas estrelas verde (primeiro evento) e vermelha (segundo evento).  Os triângulos representam as estações RCBR (em vermelho) e ACCP (azul). Em destaque os limites do município de Pedra Preta.
    O registro do evento de magnitude 1.9, na estação de Riachuelo (RCBR), está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento de magnitude 1.9 em RCBR.
    O último evento acima do limiar de percepção foi registrado no dia 18/10 e teve magnitude 2.3. Embora a atividade sísmica tenha diminuído nos últimos meses ela ainda persiste após 4 anos de seu início, em dezembro de 2010. Mais uma vez reafirmamos que não é possível prever a evolução da atividade sísmica em Pedra Preta.

Fonte: LabSis/UFRN; RSISNE; INCT-ET
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 27/12/2014

    Sábado,  27/12, às 22:31 UTC, ocorreu um novo tremor na dorsal meso-oceânica desta vez de magnitude 5.2. O epicentro do tremor está localizado a aproximadamente 975 km a ESE de São Pedro e São Paulo,   a 1.071 km a NW de Ascensão, a 1.350 km  a ENE de Fernando de Noronha, a 1.710 km a ENE de Natal e a 1.770 km a ENE de Recife.
    O mapa de localização epicentral está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro do sismo está simbolizado pela estrela vermelha.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

domingo, 14 de dezembro de 2014

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 10/12/2014

    Antes dos dados do evento uma pequena história. Na manhã do dia 10, olhando o registro de 24 h da estação RCBR, me deparei com um evento semelhante ao evento da cadeia meso-oceânica do dia anterior (Figura2).  Procurei então saber se os parâmetros do mesmo haviam sido calculados pelo USGS. Nada. Pelo EMSC. Nada. Pelo IAG/USP. Nada.
    Escrevi então para meu amigo José Roberto Barbosa, experiente analista do IAG/USP, para que ele me ajudasse a esclarecer esse mistério. Finalmente a resposta foi postada no site do IAG ( http://www.moho.iag.usp.br/portal/events/usp2014ydbo) e minha conjectura foi confirmada.
    O tremor ocorreu no dia 10 às 05:03 UTC e teve magnitude 4.2. O epicentro foi localizado a aproximadamente 100 km a E de São Pedro e São Paulo (portanto, bem mais próximo que o evento do dia 09, e dentro, também, da zona econômica exclusiva do Brasil).  A distância do evento para outras localidades foi de aproximadamente 680 km a NE de Fernando de Noronha, 1.020 km a NE de Touros, 1.050 km a NE de Natal e a 1.230 km a ENE de Fortaleza.
    O mapa de localização do evento está na Figura 1.


Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro do sismo está simbolizado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro do evento na estação RCBR está na Figura 2.


Figura 2. Sismograma de 24h da estação RCBR. O registro do evento está dentro do retângulo vermelho. Dentro do retângulo verde, acima, está o evento do dia 09/12.
Fonte: LabSis/UFRN, IAG/USP
Joaquim Ferreira

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Novo tremor sentido em Paramoti-CE em 07/12/2014

    Fomos informados por Alternam Gomes, de Paramoti, de que um tremor de terra havia sido sentido na cidade no domingo pela manhã.
    Temos uma estação em operação na cidade (PABR) mas, por problemas técnicos, não tivemos acesso a ela via internet. A partir dos registros da estação de Morrinhos (NBMO) o técnico Eduardo Menezes pôde constatar que, de fato, esse tremor ocorreu e teve magnitude preliminar estimada em 2.0. A hora do evento foi 14:39 UTC (11:39, hora local).
    O registro do evento em NBMO está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Registro do evento na estação NBMO.
Fonte: LabSis/UFRN; RSISNE; INCT-ET
Eduardo Menezes, Joaquim Ferreira

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 09/12/2014

     Hoje,  09/12, às 07:34 UTC, ocorreu um novo tremor na dorsal meso-oceânica desta vez de magnitude 4.8. O epicentro do tremor está localizado a aproximadamente 210 km a NW de São Pedro e São Paulo,   a 705 km  a NNE de Fernando de Noronha, a 1.030 km a NNE de Natal e a 1.110 km a NE de Fortaleza. Dada a distância a São Pedro e São Paulo, menor que 200 milhas (370 km) esse evento ocorreu na zona econômica exclusiva do Brasil.
    O mapa de localização epicentral está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro do sismo está simbolizado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro do evento na estação RCBR é mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma de 24h da estação RCBR. O registro do evento está dentro do retângulo vermelho.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Seminário LabSis de 04/12/2014

    Hoje, quinta-feira, dia 04/12, às 15:30 h, no auditório do Módulo REUNI do Departamento de Geofísica, acontece o décimo segundo e último seminário do LabSis, do ciclo de 2014. O palestrante será o doutorando Paulo Henrique Oliveira. 

Título:  
SISMICIDADE E ESFORÇOS TECTÔNICOS NA REGIÃO NOROESTE DO CEARÁ

Resumo:

    A porção noroeste do estado do Ceará é uma das principais regiões com sismicidade ativa dentro da Província Borborema. Apesar de existir relato de um abalo sísmico ocorrido em 1810, na cidade de Granja, somente a partir de 1988 foi possível estudar a sismicidade da região instrumentalmente.
A partir de janeiro de 2008, a atividade sísmica na região aumentou consideravelmente. Em junho de 2008 foi instalada uma rede sismográfica com 11 estações digitais na serra da Meruoca (incluindo a estação SBBR, ativa na região desde agosto de 2007) e em 2009, outra rede foi instalada na cidade de Santana do Acaraú, com até 7 estações digitais. Os resultados que serão mostrados foram obtidos através da análise dos dados registrados nessas duas redes, principalmente.
    As áreas epicentrais estão localizadas nas proximidades da parte nordeste do Lineamento Transbrasiliano, uma zona de cisalhamento com trend NE-SW que corta a região de estudo. Os hipocentros estão localizados entre 1 km e 8 km abaixo da crosta, que possui aproximadamente 33,5 km de espessura, sob as redes de estações. Os mecanismos focais encontrados foram do tipo transcorrente, os quais predominam na Província Borborema.
    Foi realizada uma integração entre dados sismológicos, geológicos e aeromagnéticos com o auxílio de pesquisadores de outras universidades. Além disso, foi atualizado a direção do  SHmax (esforço máximo) na região com uma inversão de sete mecanismos focais espalhados pela região e usamos as direções dos falhamentos sismogênicos, obtidos através dos mecanismos focais, para auxiliar na determinação da direção do esforço.
    Estudos anteriores mostraram que a direção do SHmax na região nordese do Brasil tem direção paralela à costa e extensão N-S, perpendicular à costa (Assumpção, 1992; Ferreira et al., 1998).

Fonte: LabSis/UFRN
Paulo Henrique Oliveira, Jordi Julià,  Joaquim Ferreira