Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3215-3796;
facebook: LabSis Ufrn

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Novo tremor na cadeia meso-oceânica em 28/07/2012

    Sábado tivemos mais um tremor na cadeia meso-oceânica. O evento ocorreu às 16:01 UTC e teve magnitude 4.9. O epicentro foi localizado a aproximadamente 930 km a N de Fernando de Noronha-PE e a 1.180 km a NNE de Natal-RN. A localização do epicentro desse sismo é mostrada na Figura 1.

Figura 1. Mapa da localização epicentral. O epicentro do sismo é representado pela bola azul. Na área abrangida pelo mapa são mostrados os epicentros de todos os sismos de magnitude acima de 4.5 que foram registrados nos últimos 30 dias. Fonte: USGS.  
Fonte: LabSis/UFRN; USGS
Joaquim Ferreira, Heleno Lima Neto

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Novo tremor na cadeia meso-oceânica em 20/07/2012

    Hoje, tivemos mais um tremor na cadeia meso-oceânica. O evento ocorreu às 06:52 UTC e teve magnitude 4.8. O epicentro foi localizado a aproximadamente 1.280 km a NNE de Paranaíba-PI e a 1.360 km a NNE de São Luís-MA. A localização do epicentro desse sismo é mostrada na Figura 1.

Figura 1. Mapa da localização epicentral. O epicentro do sismo é representado pela bola azul. Na área abrangida pelo mapa são mostrados os epicentros de todos os sismos de magnitude acima de 4.0 que foram registrados nos últimos 30 dias. Fonte: USGS.
Fonte: LabSis/UFRN; USGS
Heleno Lima Neto, Eduardo Menezes, Rodrigo Pessoa

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Evento registrado em Pedra Preta-RN em 19/07/2012

    Hoje, dia 19, a estação RCBR registrou um tremor de pequena magnitude, ocorrido em Pedra Preta - RN. Esse evento foi registrado pela estação de Riachuelo (RCBR), teve magnitude 1.4 e ocorreu às 04:47 UTC (01:47, hora local).   

     O mapa de localização epicentral encontra-se na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização. A área em destaque indica o município de Pedra Preta-RN. A estrela vermelha indica o epicentro do evento de hoje e o triângulo vermelho indica o local da estação de Riachuelo (RCBR). 

    O registro da estação RCBR encontra-se na Figura 2, abaixo.

Figura 2. Registro do evento na estação RCBR.


    .
    A atividade sísmica em Pedra Preta teve início em dezembro de 2010 e vem se mantendo constante, com períodos de maior e menor atividade, mostrando que a denominada Falha de Cabeço Preto continua ativa. Não temos notícias se esse evento de hoje foi sentido pela população, devido a sua magnitude estar em um valor próximo ao limiar da percepção humana.

Fonte: LabSis/UFRN; RCBR; RSISNE; INCT-ET
Heleno Lima Neto, Eduardo Menezes, Rodrigo Pessoa

terça-feira, 17 de julho de 2012

Novo tremor de terra na região da Barragem do Açu em 17/07/2012

    Hoje, os moradores da localidade de Mutamba, que fica localizada no município de Jucurutu, próximo a Barragem do Açu, ligaram para o técnico Eduardo Menezes informando que haviam escutado um estrondo e sentido um tremor por volta da 19:30 min, hora local. A análise foi realizada com o dado obtido da estação de Riachuelo (RCBR), que registrou o tremor, às 22:32 UTC (19:32 min, hora local) e teve magnitude preliminar calculada em 1.7. O mapa de localização epicentral é mostrado na Figura 1. 

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha indica o epicentro localizado usando a estação de Riachuelo (RCBR),denotada pelo triângulo vermelho.



    O registro do evento é mostrado na figura 2, abaixo.

Figura 2. Registro do evento do dia 17/07 pela estação RCBR.

   Como noticiado anteriormente (clique aqui), na última semana, o LabSis/UFRN, dentro do projeto do INCT de Estudos Tectônicos, com estações do Pool de equipamentos Geofísicos (PegBr; ON Petrobras), instalou uma rede de estações sismográficas na região da barragem do Açu.


Fonte: LabSis/UFRN, USGS, RSISNE, INCT-ET
Heleno Lima Neto, Eduardo Menezes, Regina Spinelli, Rodrigo Pessoa

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Instalação de rede sismográfica na região do reservatório da Barragem do Açu

    Como foi noticiado neste blog em duas ocasiões (notícia 1; notícia 2), está ocorrendo uma atividade sísmica no reservatório da Barragem do Açu, tendo alguns tremores que foram inclusive sentidos pela população.
    Uma primeira análise, a partir dos registros da estação de Paraú (NBPA; RSISNE), mostrou que a atividade sísmica se encontra na parte sul do lago, próximo ao limite dos municípios de São Rafael e Jucurutu. No passado, em 1997, já foram regsitrados alguns eventos nessa região, mas não foi possível colocar uma rede sismográfica cercando a área.
    Com o objetivo de estudar essa atividade sísmica, nesta semana os técnicos Eduardo Menezes e Antônio Vicente instalaram uma rede cujo objetivo é uma melhor determinação da área epicentral para, num segundo momento, adensar a rede. Essa atividade está sendo realizada dentro do INCT de Estudos Tectônicos (INCT-ET), financiado pelo CNPq, e o equipamento utilizado é do Pool Brasileiro de Equipamentos Geofísicos (PegBR; ON - Observatório Nacional), financiado pela Petrobras. A localização das estações é mostrada na Figura 1.

Figura 1. Rede sismográfica instalada na região do reservatório da Barragem do Açu. Os triângulos vermelhos denotam as estações sismográficas. A estrela branca denota o epicentro do sismo do dia 18/06, determinado pela estação de Paraú (NBPA). Figura elaborada por Eduardo Menezes.
    A primeira análise dos dados da estação BAPO feita pelo técnico Eduardo Menezes mostra que, além da área epicentral já divulgada, estão ocorrendo também outros tremores com epicentros bastante próximos da estação BAPO.
    Na Figura 2 é mostrado um registro, em BAPO, de um evento localizado na área divulgada. Na Figura 3 é mostrado o registro de um evento, em BAPO, próximo à estação.

Figura 2. Evento registrado em BAPO próximo do epicentro mostrado na Figura 1.
Figura 3. Evento registrado em BAPO próximo da estação.
Fonte: LaSis/UFRN; INCT-ET; RSISNE
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Heleno Lima Neto, Rodrigo Pessoa

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Novo tremor na cadeia meso-oceânica em 12/07/2012

    Hoje tivemos mais um evento na cordilheira meso-oceânica: desta vez de magnitude 5.0, ele ocorreu às 04:04 UTC. O epicentro desse evento (Figura 1) está localizado a aproximadamente 1023 km a NW da Ilha de Ascenção e 1070 km a ESE do arquipélago de São Pedro e São Paulo.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro do sismo é representado pela bola verde. Na área abrangida pelo mapa são mostrados os epicentros de todos os sismos de magnitude acima de 4.0 que ocorreram nos últimos 30 dias. Fonte: USGS.
     Como se pode notar, ocorreram pelo menos 7 eventos de magnitude maior ou igual a 4.0 nos últimos 30 dias. No entanto, é preciso salientar que nem todos os eventos acima desse limiar de magnitude aparecem na lista do USGS. Isso ocorre devido à distribuição das estações sismográficas, o que não permite, em muitos casos, uma boa determinação epicentral, sendo o evento descartado.
     O registro desse evento pela estação de Riachuelo (RCBR; USGS/UFRN) é mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento pela estação RCBR (dentro do retângulo vermelho). Fonte: USGS.
Fonte: LabSis/UFRN; USGS
Joaquim Ferreira; Heleno Lima Neto; Rodrigo Pessoa

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Sismo da dorsal do dia 09/07 foi sentido

    Hoje a engenheira Regina Spinelli, do LabSis/UFRN, conseguiu entrar em contato com uma das pessoas que está no arquipélago de São Pedro e São  Paulo, via facebook.
    Segundo Olga Bojarczuk na hora do tremor estava todo o mundo em casa fazendo almoço. O tremor foi bem sentido e até tremeu a geladeira e o freezer.

Fonte: LabSis/UFRN
Joaquim Ferreira, Regina Spinelli

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Novo tremor na cadeia meso-oceânica em 09/07/2012

    Hoje tivemos mais um evento na cordilheira meso-oceânica, desta vez de magnitude 4.8, que ocorreu às 15:40 UTC. O epicentro desse evento (Figura 1) está localizado a aproximadamente 30 km a leste do arquipélago de São Pedro e São Paulo, 630 km da ilha de Fernando de Noronha e 1000 km de Natal.
 
Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro é representado pela estrela amarela. São mostradas, em vermelho, as estações de São Pedro e São Paulo (SPSP; Marinha/UFRN),  e Riachuelo (RCBR; USGS/UFRN).
     O registro desse evento pela estação de Riachuelo é mostrado na Figura 2, abaixo.

Figura 2. O registro do sismo na estação de Riachuelo está em destaque no retângulo vermelho. Fonte: USGS.
    Esse tremor ocorreu em águas da Zona Econômica Exclusiva brasileira, pois o epicentro está a menos de 370 km do arquipélago de São Pedro e São Paulo.

Fonte: LabSis/UFRN; USGS
Joaquim Ferreira, Heleno Lima Neto
 

Atividade sísmica na Barragem do Açu - novas informações

    Conforme noticiamos anteriormente , a estação de Riachuelo (RCBR) registrou um evento na área do reservatório do Açu. Na mesma postagem, foi ressaltado que a estação mais próxima do epicentro era a estação de Paraú (NBPA; rede RSISNE-Petrobras/UFRN/FUNPEC).
    Na semana passada, foi feita uma coleta dos dados da estação NBPA e uma visita à região a fim de verificar possíveis locais para a instalação de uma rede sismográfica local. O objetivo dessa rede é localizar os hipocentros com precisão, bem como determinar o mecanismo focal, o que permitirá a discussão da possível correlação entre a sismicidade e feições geológicas locais.
    O registro do evento do dia 18/06 pela estação NBPA é mostrado na Figura 1. Um mapa mostrando as localizações dos epicentros determinados por RCBR e NBPA é mostrado na Figura 2.
 
Figura 1. Registro do evento do dia 18/06 pela estação NBPA.

Figura 2. Mapa de localização epicentral. A estrela amarela indica o epicentro localizado por RCBR. A estrela vermelha indica o epicentro localizado pela estação NBPA, denotada pelo triângulo vermelho.
     Como se pode notar, as determinações epicentrais de RCBR e NBPA são bastante próximas e não diferem em mais de 2 km, embora RCBR esteja a 116 km  e NBPA a apenas 22 km da área epicentral.
    Para nossa surpresa, ao visitar a região, o técnico Eduardo Menezes ficou sabendo da população, ao sul de São Rafael, que ela havia sentido dois tremores seguidos. Sendo assim, a magnitude preliminar determinada (1.3) pode estar sub-avaliada.
    Os efeitos dos tremores relatados pela população foram de que ouviram dois estrondos seguidos a cerca de 20 dias atrás, nas localidades de Estreito e Fechado, conforme informações dos senhores José Matias e José Cledinaldo, respectivamente. Alguns só escutaram um estrondo.
    Mais ao sul, não foram sentidos os estrondos, mas há descrições do fenômeno do aparecimento de luzes no céu (bolas de fogo que se movimentam no ar, denominadas de relâmpagos de bola). Esse fenômeno já foi observado em diversas localidades do Nordeste associados a tremores de terra como na Serra dos Macacos em 1968, na fronteira do Rio Grande do Norte e Ceará; em Uirauna-PB (1988) e Sobral-CE (2011). Os relâmpagos de bola são também relacionados com eventos atmosférios mas ainda não se tem uma explicação definitiva (ver link ).
    Nas próximas semanas, pretende-se instalar uma rede sismográfica na região, dentro do projeto do INCT de Estudos Tectônicos, com estações do Pool Brasileiro de Equipamentos Geofísicos (PegBR; ON/Petrobras).

Fonte: LabSis/UFRN; RSISNE; INCT-ET
Joaquim Ferreira; Eduardo Menezes; Heleno Lima Neto; Rodrigo Pessoa