Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3342-2237 R 550 ou 551;
facebook: LabSis Ufrn

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Novo tremor na região de João Câmara em 06/04/2020

    Hoje, 06/04, às 03:21 UTC (00:21, hora local) ocorreu um novo tremor na região de João Câmara, desta vez de magnitude preliminar 2.0. Esse evento foi sentido por moradores de João Câmara, segundo a Defesa Civil local. 
    O evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral.  A estrela vermelha indica o epicentro do tremor.  A linha vermelha indica a Falha de Samambaia. Os triângulos mostram a localização das estações de João Câmara (ACJC) e Riachuelo (RCBR). Em destaque os limites dos municípios cortados pela Falha de Samambaia.
     O registro desse evento em ACJC está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma 24 h de ACJC (parcial). O registro do evento está em azul após as 03:21 UTC.
     A atividade sísmica na região de João Câmara continua ocorrendo ao norte de Lagoa Rachada, nos limites dos municípios de João Câmara e Poço Branco, onde se iniciou a intensa atividade sísmica de 1.986.
    Como sempre dizemos, em situações como essas, é impossível saber como será a evolução da atual atividade sísmica. No entanto, o LabSis/UFRN continuará no monitoramento da mesma repassando informações para o público, autoridades e agentes de Defesa Civil para que ações, se necessárias, sejam efetuadas da melhor forma possível.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

segunda-feira, 30 de março de 2020

Novo tremor na região de João Câmara em 30/03/2020

    Hoje, 30/03, às 03:30 UTC (00:30, hora local), ocorreu um novo tremor na região de João Câmara, desta vez de magnitude 1.6. O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

    Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha.  A linha vermelha indica a Falha de Samambaia. O triângulo azul indica a localização da estação de João Câmara (ACJC).  Em destaque, os limites dos municípios cortados pela Falha de Samambaia.
    O registro do evento na estação ACJC está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em ACJC.
    O epicentro do evento está na região de Lagoa Rachada, no limite dos municípios de João Câmara e Poço Branco, onde se iniciou a grande atividade sísmica em 1986. No entanto, não é possível saber se se trata de um evento isolado ou de um evento que está iniciando um novo período de intensa atividade sísmica. Só o tempo dirá do que se trata, sendo necessário um monitoramento constante da região. 

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, Marconi Oliveira

domingo, 22 de março de 2020

Novo tremor na dorsal meso-oceânica em 22/03/2020

    Hoje, 22/03, às 20:43 UTC, ocorreu um novo tremor na dorsal, desta vez de magnitude 5.6. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente  948 km a ESE de São Pedro e São Paulo (portanto, fora do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva),  a 1.088 km a NW de Ascensão,  a 1.318 km a ENE de Fernando de Noronha, a 1.680 km a ENE de Natal, a 1.734 km a ENE de Recife e a 1.970 km a ENE de Fortaleza.
    O mapa de localização epicentral do evento está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha representa o epicentro. O triângulo vermelho mostra a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro desse evento na estação RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma da estação RCBR do dia 22/10. O começo do evento pode ser visto em vermelho após as 20:46 UTC.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

sexta-feira, 20 de março de 2020

Novo tremor na dorsal meso-oceânica em 18/03/2020

    No dia 18/03, às 17:02 UTC, ocorreu um novo tremor na dorsal, desta vez de magnitude 4.9. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente  481 km a E de São Pedro e São Paulo (portanto, fora do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva),  a 945 km a ENE de Fernando de Noronha,  a 1.318 km a ENE de São Miguel do Gostoso, a 1.322 km a ENE de Natal e a 1.572 km a ENE de Fortaleza.
    O mapa de localização epicentral do evento está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

terça-feira, 17 de março de 2020

Novo tremor na região de João Câmara-RN em 16/03/2020 (hora local)

    Ontem, 16/03 às 23:29 (hora local; 02:29 do dia 17/03 UTC), ocorreu um novo tremor na região de João Câmara. O tremor, de magnitude preliminar estimada em 1.5, ocorreu na parte norte da Falha de Samambaia, no município de Pureza.  Esse evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral.  A estrela vermelha indica o epicentro do tremor.  A linha vermelha indica a Falha de Samambaia. Os triângulos mostram a localização das estações de João Câmara (ACJC) e Riachuelo (RCBR). Em destaque os limites dos municípios cortados pela Falha de Samambaia.
    O registro do evento na estação ACJC está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em ACJC.
    Mais uma vez repetimos: é impossível saber como essa atividade sísmica vai evoluir mas, graças ao monitoramento, sabemos que existe e onde está localizada, o que permite informar a população, as autoridades e os órgãos de Defesa Civil sobre ela.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

Novo tremor na dorsal meso-oceânica em 15/03/2020

    No dia 15/03, às 17:30 UTC, ocorreu um novo tremor na dorsal, desta vez de magnitude 4.7. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente  660 km a NW de São Pedro e São Paulo (portanto, fora do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva),  a 1.073 km a N de Fernando de Noronha, a 1.230 km a NNE de Fortaleza e a 1.305 km a NNE de Natal.
    O mapa de localização epicentral do evento está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro do evento pela estação RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma 24 h da estação RCBR. O registro do evento está dentro do retângulo vermelho.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

quarta-feira, 11 de março de 2020

Novo tremor na região de João Câmara-RN em 10/03/2020 (hora local)

   Ontem, 10/03 às 22:11 (hora local; 01:11 do dia 11/03 UTC), ocorreu um novo tremor na região de João Câmara. O tremor, de magnitude preliminar estimada em 1.7, ocorreu na parte norte da Falha de Samambaia, no município de Pureza.  Esse evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral.  A estrela vermelha indica o epicentro do tremor.  A linha vermelha indica a Falha de Samambaia. Os triângulos mostram a localização das estações de João Câmara (ACJC) e Riachuelo (RCBR). Em destaque os limites dos municípios cortados pela Falha de Samambaia.
    O registro desse evento na estação ACJC está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma diário (11/03/2020 UTC) da estação ACJC. O registro do evento  está na parte superior do sismograma.
    Como sempre dizemos, é impossível saber como essa atividade sísmica vai evoluir mas, graças ao monitoramento, sabemos que existe e onde está localizada, o que permite informar a população, as autoridades e os órgãos de Defesa Civil sobre ela.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes, André Silva

terça-feira, 10 de março de 2020

Novo tremor na dorsal meso-oceânica em 10/03/2020

    Hoje, 10/03, às 07:20 UTC, ocorreu mais um tremor na dorsal, desta vez de magnitude 5.0. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente  990 km a ESE de São Pedro e São Paulo (portanto, fora do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva),  a 1.072 km a NW de Ascensão,  a 1.360 km a ENE de Fernando de Noronha, a 1.715 km a ENE de Natal, a 1.780 km a ENE de Recife e a 2.020 km a ENE de Fortaleza.
    O mapa de localização epicentral do evento está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha representa o epicentro. O triângulo vermelho mostra a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro do evento em RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma da estação RCBR do dia 03/10 (parcial). O começo do evento pode ser visto em azul após as 07:24 UTC.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

segunda-feira, 9 de março de 2020

Novo tremor na dorsal meso-oceânica em 08/03/2020

    Ontem, 08/03, às 22:49 UTC, ocorreu um novo tremor na dorsal, desta vez de magnitude 5.0. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente  988 km a NW de São Pedro e São Paulo (portanto, fora do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva),  a 1.236 km a NNE de Acaraú, a 1.266 km a NNE de Fortaleza, a 1.280 km a NNW de Fernando de Noronha, a 1.440 km a N de Natal e a 1.450 km a NE de São Luís.
    O mapa de localização epicentral do evento está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação mais próxima do epicentro (NBMO - Morrinhos-CE).
    O registro do evento em NBMO está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma diário (08/03/2020) da estação NBMO. O evento está claramente registrado na parte inferior do sismograma.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Mais um tremor na dorsal em 27/02/2020

    Ontem, 27/02, além do tremor divulgado (04:11 UTC), ocorreu um outro tremor no dia de ontem, às 15:18 UTC, a aproximadamente 170 km ao sul  do primeiro evento e de magnitude maior (5.3).
    O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente  656 km a S de Ascensão,  a 2.250 km a ESE de Fernando de Noronha,  a 2.310 km a ESE de Recife, a 2.430 km a ESE de Natal e a 2.590 km a E de Salvador.
    O mapa de localização epicentral do evento está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela amarela indica o epicentro do evento ocorrido às 04:11 UTC. A estrela vermelha indica o epicentro do evento ocorrido às 15:18 UTC. O triângulo vermelho mostra a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro dos eventos em RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma 24 h de RCBR. O registro do primeiro evento está no retângulo amarelo. O registro do segundo evento está no retângulo vermelho.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Novo tremor na dorsal meso-oceânica em 27/02/2020

    Hoje, 27/02, às 04:11 UTC, ocorreu um novo tremor na dorsal, desta vez de magnitude 5.1. O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente  486 km a S de Ascensão,  a 2.160 km a ESE de Fernando de Noronha,  a 2.260 km a ESE de Recife, a 2.365 km a ESE de Natal e a 2.580 km a E de Salvador.
    O mapa de localização epicentral do evento está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro está representado pela estrela vermelha. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro desse evento na estação RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma 24 h de RCBR. O registro do evento está no retângulo vermelho.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Novo tremor no litoral do Rio Grande do Norte em 19/01/2020

    Ontem, 19/01, às 07:58 UTC (04:58, hora local) ocorreu um novo tremor no litoral do RN, desta vez de magnitude preliminar estimada em 1.4.  O epicentro foi localizado a aproximadamente 16 km a NNE de Touros. Esse evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha indica o epicentro do sismo de ontem. A estrela amarela indica o epicentro do evento de 04/05/2019. A linha vermelha indica a Falha de Samambaia. Os triângulos vermelhos mostram a localização das estações de João Câmara (ACJC) e Riachuelo (RCBR).
O registro do evento pela estação ACJC está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento em ACJC.
    Atualizando o que comentamos acerca do tremor de 04/05/2019, olhando para a Figura 1, podemos conjecturar, levando-se em conta as possíveis imprecisões na determinação epicentral se esses eventos podem ou não estar localizado num possível prolongamento da Falha de Samambaia no oceano. Se essa hipótese vier a se confirmar com o tempo, teríamos então uma falha sismogênica de aproximadamente 100 km de extensão.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Novos tremores na dorsal meso-oceânica em 16 e 17/01/2020

    Ontem (16/01) e hoje (17/01) dois novos tremores ocorreram na dorsal meso-oceânica.
    O primeiro tremor, de magnitude 5.5, ocorreu no dia 16 às 09:58 UTC tendo o epicentro localizado aproximadamente  a 941 km a NNW de Ascensão, a 1.370 km a E de São Pedro e São Paulo (portanto, fora do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva), a 1.775 km a ENE de Fernando de Noronha, a 2.125 km a ENE de Natal, a 2.175 km a NNE de Recife e a 2.430 km a ENE de Fortaleza.
    O segundo evento, de magnitude 5.9, ocorreu hoje (17/01) às 06:37 UTC tendo seu epicentro localizado a aproximadamente 419 km a S de Ascensão,  a 2.230 km a ESE de Fernando de Noronha,  a 2.360 km a ESE de Recife, a 2.420 km a ESE de Maceió, a 2.450 km a ESE de Natal e a 2.700 km a ENE de Salvador.
    O mapa de localização epicentral dos eventos está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela amarela indica a localização do evento do dia 16. A estrela vermelha indica a localização do evento de hoje (17). O triângulo vermelho mostra a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro do evento de hoje em RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma 24 horas de RCBR. O evento está claramente visível após as 06:40 UTC.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Novo tremor em Taipu-RN em 13/01/2020

    Hoje, 13/01, ocorreu um novo tremor em Taipu às 12:46 UTC (09:46, hora local). Esse evento foi registrado por diversas estações  da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha indica  o epicentro do evento. Os triângulos vermelhos indicam a localização das estações de João Câmara (ACJC) e Riachuelo (RCBR). A linha vermelha indica a Falha de Samambaia. A estrela amarela indica o epicentro do sismo de Taipu de 2010 de magnitude 4.3. Em destaque, os limites do município de Taipu.
    O registro desse evento na estação ACJC está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento na estação ACJC.
    Essa atividade sísmica vem ocorrendo, de forma esporádica, há muitos anos, estando localizada, aproximadamente, entre Taipu e a localidade de Cajueiro. Trata-se de uma área sísmica que não está nem relacionada com a Falha de Samambaia nem com a atividade sísmica de 2010-2011.
    Como sempre dizemos, é impossível saber como essa atividade sísmica vai evoluir mas, graças ao monitoramento, sabemos que existe e onde está localizada, o que permite informar a população, as autoridades e os órgãos de Defesa Civil sobre ela.

Fonte: LabSis/UFRN, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

sábado, 11 de janeiro de 2020

Continua a intensa atividade sísmica em Palhano-CE nos dias 10 e 11/01

    A atividade sísmica em Palhano continua. Desde o dia 03/11/2019, quando foi instalada a primeira estação na região, já foram registrados 203 eventos sendo que 51 ocorreram no dia 10/01/2020. Também no dia 10 ocorreram 7 eventos de magnitude acima de 1.5 sendo que o maior evento ocorreu 19:50 UTC (16:50, hora local) e teve magnitude preliminar estimada em 2.1.
    Os maiores eventos foram registrados por diversas estações  da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
    O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha indica o epicentro do sismos de magnitude 2.1. A estrela amarela indica o epicentro do sismo de magnitude 4.5 de março de 1989. O triângulo vermelho mostra a localização da estação do Sítio Almas (PLAL).
    O registro do evento de magnitude 2.1 na estação PLAL está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento de magnitude 2.1 em PLAL.
    Como se pode notar na Figura 1 a área epicentral atual é diferente da  da intensa atividade sísmica em 1988-93, quando ocorreram mais de 50.000 tremores tendo sido alcançada a magnitude 4.5. A atual atividade dista da anterior por aproximadamente 20 km e não está associada à mesma falha sísmica sendo, portanto, uma nova área sísmica. Para estudá-la está instalada uma rede sismográfica de 9 estações com apoio financeiro do INCT de Estudos Tectônicos (INCT-ET). Dessa forma, será possível identificar a nova falha sismológica responsável pela atual atividade sísmica.
    Como sempre afirmamos em situações semelhantes, não é possível saber como a sismicidade vai evoluir. Pode ser que o surto atual esmoreça ou que tenhamos um aumento da sismicidade, com a ocorrência de tremores de maior magnitude que a até agora observada.

Fonte: LabSis/UFRN, INCT-ET, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

Intensa atividade sísmica em Palhano-CE em 08 e 09/01/2020

     Ontem e hoje vários eventos foram registrados em Palhano, tendo sido computados 25 eventos até as 13:22 UTC de hoje (10:22, hora local). 
    Os dois maiores eventos, de magnitude preliminar 1.6, ocorreram no dia 08/01 às 17:03 UTC (14:03, hora local) e hoje (09/01) às 04:40 UTC (01:40, hora local). Esses eventos foram registrados por diversas estações  da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN.
       O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela vermelha indica a localização do epicentro de magnitude 1.6 do dia 08/01.  O triângulo vermelho indica a localização da estação de Almas, em Palhano (PLAL).
    O registro do evento de maior magnitude do dia 08 está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Registro do evento do dia 08/01 na estação PLAL.
    No momento o LabSis tem em operação uma rede local na região, com recursos do INCT de Estudos Tectônicos, sendo que duas estações estão em link direto com o laboratório. Desta forma é possível acompanhar essa atividade em tempo real e, sempre que há fatos relevantes no comportamento da sismicidade as autoridades e a Defesa Civil do Ceará e dos municípios afetados são devidamente informados.


Fonte: LabSis/UFRN, INCTET, RSBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes

segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

Novos tremores na dorsal meso oceânica em 04 e 06/01/2020

    Nos últimos dias ocorreram dois novos tremores na dorsal, segundo a listagem do USGS.
   O primeiro evento, de magnitude 4.8, ocorreu no dia 04/01 às 09:48 UTC tendo seu epicentro localizado a aproximadamente 767 km a NNE de Ascensão, a 1.860 km a ESE de São Pedro e São Paulo (portanto, fora do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva), a 2.200 km a ENE de Fernando de Noronha, a 2.540 km a ENE de Natal, a 2.560 km a NNE de Recife e a 2.870 km a ENE de Fortaleza.
    O segundo evento, de magnitude 5.6, ocorreu hoje (06/01) às 01:29 UTC tendo seu epicentro localizado a aproximadamente 951 km a NNW de Ascensão, a 1.385 km a E de São Pedro e São Paulo (portanto, fora do limite das 200 milhas ou 370 km da Zona Econômica Exclusiva), a 1.780 km a ENE de Fernando de Noronha, a 2.130 km a ENE de Natal, a 2.190 km a NNE de Recife e a 2.440 km a ENE de Fortaleza.
    O mapa de localização epicentral desses eventos está mostrado na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. A estrela amarela indica o local do epicentro do tremor do dia 04/01. A estrela vermelha indica o local do epicentro do tremor de hoje (06/01). O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR).
    O registro do evento de hoje na estação RCBR está mostrado na Figura 2.

Figura 2. Sismograma de hoje da estação RCBR. O registro do tremor pode ser visto, em amarelo, após as 01:34 UTC.
Fonte: LabSis/UFRN, USGS
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes