Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3215-3796;
facebook: LabSis Ufrn

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 27/02/2012.

    Conforme tem sido noticiado no blog a atividade sísmica na cordilheira meso-oceânica continua intensa. Ontem, às 06:16 UTC ocorreu um novo tremor de terra, de magnitude 5.4, agora próximo à ilha de Tristão da Cunha (443 km de distância), no Atlântico Sul. 
    A localização desse evento, bem como de outros da cordilheira meso-oceânica ocorridos nas últimas duas semanas, é mostrada na figura abaixo.

Figura 1. Tremores de terra no Atlântico Sul. O epicentro do sismo de ontem é denotado pelo círculo laranja mais próximo da costa brasileira. A ilha de Tristão da Cunha está no triângulo azul a sudeste do círculo.
Fonte: IRIS; USGS
Editor: Joaquim Ferreira

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Novo tremor de terra na região de João Câmara em 26/02/2012.

    Embora a atividade sísmica em João Câmara não seja tão intensa quanto em anos anteriores mesmo assim os sismos continuam ocorrendo. 
    No dia 26/02, às 03:08 UTC (00:08 hora local) um sismo de magnitude 1.5 foi registrado na região. Esse evento está no limiar da percepção. O sismograma desse evento está na Figura 1, abaixo.

Figura 1. Registro do evento do dia 26/02 na estação de Riachuelo (RCBR).
    O epicentro do tremor foi localizado no município de Pureza, na parte norte da Falha de Samambaia. O mapa de localização é mostrado na Figura 2, abaixo.

Figura 2. Mapa mostrando o epicentro do sismo do dia 26/02 (pino amarelo acima).
    Desde o início da atual fase da sismicidade na região de João Câmara, apesar da falha de Samambaia ser muito extensa (mais de 40 km), a atividade sísmica só tem ocorrido nos locais próximos aos epicentros dos sismos de magnitude 5.1 (1986, pino amarelo ao sul, Figura 2) e 5.0 (1989, pino amarelo ao norte, Figura 2). Esse é um fato mas não há nenhuma explicação lógica para isso.

Fonte: LabSis/UFRN; RCBR.
Editor: Joaquim Mendes Ferreira. Colaboradores: Eduardo Alexandre de Menezes, Renato Dantas e Heleno Carlos de Lima Neto. 

Possível queda de objetos espaciais na região de Sobral em 17/02/2012.

    Há dias atrás o Sub-tenente Marcos Costa, da Defesa Civil de Sobral, nos telefonou informando sobre um possível tremor de terra sentido em Taperuaba e Aracatiaçu, conforme relatamos anteriormente em nosso blog. Numa primeira análise não foi possível ver nada na estação de Sobral (SBBR) mas, paradoxalmente a mesma registrou um evento de magnitude 2.5 próximo a Barroquinha, conforme também informamos em nosso blog.
    Na sexta-feira pela manhã o professor Antônio Pereira, de Taperuaba, distrito de Sobral, professor de Geografia, nos telefonou. Em conversa com Regina Spinelli (engenheira) narrou que no dia 17, por volta das 8:00 da manhã, viu um objeto (meteorito?) entrando na atmosfera em ângulo baixo e, após a queda sentiu o chão tremer. Isso foi sentido também por outras pessoas em Taperuaba e Aracatiaçu. Segundo ainda o professor Antônio Pereira esse fenômeno também teria ocorrido a 54 km de Taperuaba e em Irauçuba.
    Foi feita então uma busca nos registros da estação de Morrinhos (NBMO) e, para nossa surpresa, há um registro de um evento às 10:49 UTC (07:49 hora local). Não foi possível ver com clareza a onda P não permitindo saber a que distância e a que direção esse evento ocorreu, em relação à estação.  O registro é mostrado na figura abaixo.

Figura 1. Registro de possível evento por volta das 07:49, hora local.
    Esses fatos, juntamente com as informações do noticioso da Globo (Jornal Hoje), ainda na sexta-feira, de que objetos possívelmente de origem espacial tinham caído no Maranhão nos fez pensar de que o mesmo pudesse ter ocorrido no Ceará. O técnico Eduardo Alexandre entrou em contato com Marcos Costa, e posteriormente com o radiamador Célio Cavalcanti, de Forquilha, colocando-os a par dessa posssibilidade.  No momento eles estão tentando localizar os fragmentos. Assim que tivermos mais informações elas serão repassadas.

Fonte: LabSis/UFRN; RSISNE
Editor: Joaquim Mendes Ferreira. Colaboradores: Eduardo Alexandre de Menezes e Regina Spinelli

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 23/02/2012.

     Hoje às 05:08 UTC ocorreu um novo tremor, agora de magnitude 5.3, na cordilheira meso-oceânica. Como temos noticiado no blog, a cordilheira meso-oceânica tem se mostrado bastante ativa nas últimas semanas, com sismos próximos à ilha de Ascensão e ao arquipélago de São Pedro e São Paulo. O evento de hoje ocorreu a aproximadamente 816 km da Ilha de Santa Helena (a ilha onde Napoleão Bonaparte morreu).  A localização do novo epicentro é mostrado na figura abaixo. 
Figura 1. Mapa da atividade sísmica no Atlântico Sul (incluindo partes do Atlântico Norte) nas últimas 2 semanas.  O círculo vermelho mostra o epicentro do evento de hoje. A ilha de Santa Helena fica no triângulo azul próximo ao círculo vermelho. A estação de Riachuelo (RCBR) é indicada pelo triângulo azul na quina do Nordeste do Brasil.
    O registro desse evento pela estação de Riachuelo (RCBR), pertencente à rede mundial IRIS/GSN, e operada pelo LabSis/UFRN, é mostrado na Figura 2, abaixo.
Figura 2. Registro do sismo de hoje na estação RCBR.
Fonte: USGS; IRIS; RCBR

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Novos tremores na cordilheira meso-oceânica em 21 e 22/02/2012.

     Ontem (21/02) às 19:40 UTC ocorreu um novo tremor, de magnitude 4.8, na cordilheira meso-oceânica, próximo à ilha de Ascensão. A localização do novo epicentro é mostrado na figura abaixo.

Figura 1. Mapa mostrando os eventos sísmicos no oceano Atlântico Sul (e parte do Norte) . Os dois círculos concêntricos amarelos, a nordeste da costa brasileira, denotam os eventos próximos ao arquipélago de São Pedro e São Paulo. O círculo rosa mostra o epicentro do evento de ontem, às 03:20 UTC, e o círculo vermelho denota o epicentro do sismo ocorrido ontem, às 19:40 UTC,   de magnitude 4.8.
    Foram registrados outros eventos tipicamente meso-oceânicos após as 23:00 UTC do dia 21/02 e após a 01:00 UTC do dia 22/02, conforme se pode ver na Figura 2, abaixo, embora estes dois últimos eventos não constem ainda da lista do NEIC/USGS. Conforme vem sendo relatado neste blog, a cordilheira meso-oceânica tem se mostrado bastante ativa nas últimas 2 semanas. 
    Há uma hipótese, ainda não comprovada estatisticamente, que a atividade sísmica na cordilheira meso-oceânica influencia diretamente a atividade sísmica no Nordeste do Brasil.  Os próximos dias serão um bom teste para essa hipótese.
Figura 2. Registro da estação sismográfica de Riachuelo (RCBR) mostrando os vários eventos na cordilheira meso-oceânica, conforme descrito acima.
Fonte: USGS; IRIS; RCBR

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 21/02/2012.

     Hoje às 03:20 UTC ocorreu um novo tremor, agora de magnitude 4.7, na cordilheira meso-oceânica. A cordilheira meso-oceânica tem se mostrado bastante ativa nas últimas 2 semanas, com sismos próximos à ilha de Ascensão e ao arquipélago de São Pedro e São Paulo, conforme já foi relatado neste blog. A localização do novo epicentro é mostrado na figura abaixo.

Figura 1. Mapa mostrando os eventos sísmicos no Atlântico Norte. Os dois círculos concêntricos amarelos, a nordeste da costa brasileira, denotam os eventos próximos ao arquipélago de São Pedro e São Paulo. O círculo vermelho mais acima denota oepicentro do sismo ocorrido hoje, de magnitude 4.7.

Fonte: USGS; IRIS

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Novo tremor de terra na região noroeste do Ceará em 17/02/2012.

    Hoje, procurando um possível evento, não confirmado, que teria sido sentido em Taperuaba, conforme informaram ao Sub-tenente Marcos Costa, da Defesa Civil de Sobral, nos deparamos com um outro evento ocorrido a mais de 100 km de Sobral.
    Esse sismo teve seus parâmetros preliminares determinados: magnitude 2.5; hora de origem 07:11 UTC (04:11 h. local); epicentro próximo a Barroquinha, conforme se pode ver no mapa abaixo.


Figura 1. Mapa epicentral. O epicentro é denotado pelo símbolo vermelho. As estações de Sobral (SBBR) e Morrinhos (NBMO) pelos pinos amarelos.

    Esse evento foi registrado pelas estações de Morrinhos (NBMO - RSISNE) e Sobral (SBBR - INCTET) que operam na região estão ligadas por internet ao LabSis/UFRN. Os registros nessas estações são mostrados na Figura 2.


Figura 2. Registro do sismo de Barroquinha nas estações NBMO (acima) e SBBR (abaixo).
     A região noroeste do Ceará é a segunda região mais importante, em termos de sismicidade, no Nordeste do Brasil, sendo menos importante apenas que a denominada região sísmica da borda da Bacia Potiguar, que engloba o Rio Grande do Norte e o leste do estado do Ceará.  
     Colaboraram Eduardo Alexandre de Menezes (técnico) e Renato Dantas (bolsista).

Fonte: LabSis/UFRN; RSISNE; INCT-ET

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 17/02/2012.

    Hoje às 00:22 ocorreu um novo tremor de magnitude 4.8 na cordilheira meso-oceânica próximo ao arquipélago de São Pedro e São Paulo. Nos últimos 7 dias esse é o terceiro evento que ocorreu nessa região, conforme se pode ver na figura abaixo. 

Figura 1. Sismos no Atlântico Sul, conforme o IRIS. Pode-se ver os três eventos referidos simbolizados pelos círculos amarelos e vermelho (este denotando o sismo de hoje) na parte de cima da figura.
Fonte: USGS; IRIS

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 14/02/2012.

    Ontem às 23:39 UTC ocorreu um tremor de magnitude 5.3 na cordilheira meso-oceânica. O epicentro desse tremor foi localizado a apenas 12 km do arquipélago de São Pedro e São Paulo. Um mapa de localização epicentral é mostrado na Figura 1 e o registro desse sismo pela estação de Riachuelo (RCBR) é mostrado na Figura 2.
Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro é denotado pela estrela vermelha e o arquipélago de São Pedro e São Paulo pelo pino amarelo. Nessa localidade está em operação a estação SPSP operada pelo LabSis/ UFRN com apoio da Marinha do Brasil. Mapa original do USGS modificado por Renato Ramos.
Figura 2. Registro do tremor de terra pela estação RCBR. O tremor encontra-se na parte de cima na linha de 23 horas.
Fonte: USGS; LabSis/UFRN

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Novo tremor na cordilheira meso-oceânica em 04/02/2012.

    Ontem, às 18:01 UTC ocorreu um tremor de magnitude 5.1 na cordilheira meso-oceânica. A magnitude do tremor foi 5.1 e o epicentro está a aproximadamente 296 km do arquipélago de São Pedro e São Paulo e 1.194 km de Natal. O mapa da localização do epicentro é mostrado na Figura 1, abaixo.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. Fonte: USGS.
     Esse evento foi registrado pelas diversas estações operadas pelo LabSis/UFRN.  Como exemplo mostramos, na Figura 2, o registro do evento na estação de Morrinhos-CE (NBMO), pertencente à rede RSISNE.
Figura 2. Registro do tremor na estação NBMO (Morrinhos-CE).

Fonte: USGS, LabSis/UFRN, RSISNE