Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3215-3796;
facebook: LabSis Ufrn

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Novo ciclo de seminários do LabSis/UFRN

    O Laboratório Sismológico da UFRN (LabSis/UFRN) vai iniciar, no dia 04/09 às 16:30 no auditório do Departamento de Geofísica (módulo REUNI), um novo ciclo de seminários sob a coordenação do Dr. Jordi Julià. O primeiro seminário será apresentado por Heleno Lima Neto que recentemente concluiu seu doutorado.
Título: “Sismicidade no Lineamento Pernambuco e seu entorno”
Resumo:
    Neste seminário serão apresentados e discutidos os resultados do estudo de diversas áreas sísmicas relacionadas com o Lineamento Pernambuco e seu entorno com o objetivo de se ter uma visão regional da sismicidade e suas causas.  
    O Lineamento Pernambuco é uma zona de cisalhamento Neoproterozóica de escala continental que deformou a Província Borborema e que apresenta, como ramificações, zonas de cisalhamento com direção NE-SW. Foram observadas e estudadas atividades sísmicas sobre o lineamento (Caruaru 1991, Belo Jardim 2004 e São Caetano 2010), em zonas de cisalhamento ao norte do lineamento (Caruaru 2002 e São Caetano 2007) e ao sul do lineamento (Cupira, Agrestina e Lagoa dos Gatos, 2010).
    Os estudos realizados na região permitiram obter hipocentros e mecanismos focais confiáveis em quase todas as áreas sísmicas e, com isso, determinar a direção do esforço médio na região. A direção dos esforços na região envolvendo as diversas áreas sísmicas, é bastante estável e de direção aproximada EW (SHmax). 
    A correlação entre a sismicidade e feições geológicas é observada sobre o lineamento e ao norte do mesmo. Ao sul, em áreas sísmicas próximas a zonas de cisalhamento NE-SW, não há correlação e falhas sismogênicas normais de direção EW estão ativas e seu movimento é compatível com os esforços regionais. É provável que essas falhas ativas sejam mais recentes que o Neoproterozóico, provavelmente do período Cretáceo, época do último grande movimento do Lineamento Pernambuco quando da formação da Bacia de Jatobá.

Figura 1. Atividade Sísmica em São Caetano em 2007 (círculos amarelos) e 2010 (círculos azuis). As bolas de praia indicam os mecanismos focais de Caruaru 1991 (Ferreira et al. 1998),  Caruaru 2002 (Ferreira et al. 2008) e Belo Jardim 2004 (Lopes et al. 2010).
Fonte: LabSis/UFRN
Heleno Lima Neto, Jordi Julià, Joaquim Ferreira

Referências:
FERREIRA, J.M. et al.,  1998. Superposition of local and regional stress in northeast Brazil: evidence from focal mechanism around the Potiguar marginal basin. Geophysical Journal International 134, 341-355.
FERREIRA, J.M. et al., 2008. The role of Precambrian mylonitic belts and present-day stress Field in the coseismic reactivation of the Pernambuco Lineament, Brazil. Tectonophysics 456, 111-126.
LIMA NETO, H.C. et al., 2013a. "Upper crustal earthquake swarms in São Caetano: reactivation of the Pernambuco shear zone and trending branches in intraplate Brazil". In Press, Accepted Manuscript, Available online 15 August 2013. Tectonophysics. doi: 10.1016/j.tecto.2013.08.001
LIMA NETO H.C. et al., 2013b. " Earthquake swarms in the southern block of the Pernambuco Lineament, Ne Brazil: stress field and seismotectonic implications". submitted to Tectonophysics.
LIMA NETO H.C. 2013. Sismicidade e correlação com feições geológicas: o caso do Lineamento Pernambuco e seu entorno. Tese de Doutorado nº 36 PPGG/UFRN.
LOPES, A. E. V. et al., 2010. Intraplate earthquake swarm in Belo Jardim, NE Brazil: reactivation of a major Neoproterozoic shear zone (Pernambuco Lineament). Geophysical Journal International 180, 1303,1312.

Nenhum comentário:

Postar um comentário