Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3215-3796;
facebook: LabSis Ufrn

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Inauguração do prédio do Laboratório Sismológico em 04/08/2017


   
    Em sismologês: hoje, dia 04/08/2017, às 17:00 (hora local; 20:00 UTC), ocorrerá um evento de enorme magnitude para a comunidade sismológica, geofísica e geológica da UFRN, a inauguração do prédio do Laboratório Sismológico. Esse evento contará com a presença da Reitora Ângela Maria Paiva Cruz, demais autoridades acadêmicas, bem como convidados externos à UFRN.
     Essa obra, que beneficiará não só a sismologia propriamente dita, é o reconhecimento pela UFRN dos relevantes serviços prestados pelo laboratório em sua trajetória que começou em 1975 e teve seu ponto de afirmação durante a atividade sísmica em João Câmara em 1986. Essa atividade se iniciou em meados desse ano e se estendeu por vários anos, tendo ocorrido dois eventos de magnitude maior ou igual a 5.0 e mais de 15 eventos de magnitude acima de 4.0. Esses tremores causaram graves danos materiais em muitas casas bem como pânico e fuga da população de João Câmara, e foi o evento de maior impacto social devida a terremotos no Brasil tendo inclusive João Câmara sido visitada pelo presidente da república na época, José Sarney.
    Após João Câmara foi possível por parte da equipe de sismologia adquirir equipamentos,  veículos de campo, computadores, contratação de pessoal, obter recursos para a instalação de redes portáteis em diversos estados do NE do Brasil, notadamente no Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco, etc. Uma parte importante do trabalho realizado foi não somente estudar o fenômeno do ponto de vista científico mas, também, esclarecer a população acerca do mesmo, atuando em conjunto com agentes de Defesa Civil em nível municipal, estadual ou nacional. Parte do esclarecimento e das informações são também divulgados através de entrevistas em diversos tipos de órgãos de imprensa, o que torna notório o trabalho realizado pela UFRN nessa área.
    Gostaria de agradecer pessoalmente a todos que contribuíram, de uma forma ou de outra, dentro ou fora da UFRN, para a implantação e consolidação da pesquisa em sismologia na UFRN. Não cito nomes para não correr o risco de cometer injustiças.
     Que o futuro seja uma continuação aprimorada do que foi feito até agora e que, em melhores condições, possa o LabSis continuar seu trabalho de monitoramento e estudo da atividade sísmica bem como de atuar junto às populações afetadas por esse tipo de fenômeno.

Joaquim Ferreira
fundador e ex-coordenador do Laboratório Sismológico
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário