Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3215-3796;
facebook: LabSis Ufrn

sexta-feira, 22 de junho de 2012

100 anos do artigo "Earthquakes in Brazil"

    Há 100 anos atrás, em junho de 1912, foi publicado no volume II, número 2, do The Bulletin of the Seismological Society of America o artigo de John Casper Branner intitulado "Earthquakes in Brazil". 
    Esse não  foi o primeiro artigo publicado sobre sismos ocorridos no Brasil, pois isso já havia sido feito por Capanema (1859), nem o primeiro trabalho a ser publicado no exterior sobre o assunto, pois,  isso já havia sido feito por D. Pedro II ao relatar um sismo sentido em Petrópolis em 1886 à Académie des Science, na França, tendo esse relato sido publicado nos anais da Académie e também, de forma resumida, na revista Nature (cópias desses trabalhos podem ser vistos em Veloso, 2011). Branner mesmo já havia publicado artigo semelhante, mas com menos informações, no Journal of Geology (Branner, 1910).
    A importância do trabalho de Branner está em ter reunido todas as informações existentes no Brasil sobre o assunto até então, acrescentando alguns dados coletados por ele, e seus assistentes, em uma viagem à Bahia  em 1907, bem como dados obtidos através da correspondência que ele mantinha com diversas pessoas no Brasil. Branner ainda publicou um outro trabalho sobre a sismicidade do Brasil na mesma revista (Branner, 1920), atualizando os dados anteriores. Todos os catálogos da atividade sísmica no Brasil, elaborados posteriormente, derivam diretamente do catálogo inicial apresentado por Branner no artigo de 1912 e sua atualização de 1920.
    As principais áreas sísmicas apresentadas por Branner no artigo de 1912 encontram-se na Figura 1, abaixo.

Figura 1. Principais áreas sísmicas do Brasil, conforme Branner (1912).
      A grosso modo, passados 100 anos, a distribuição da sismicidade continua praticamente a mesma, com os maiores sismos ocorrendo principalmente na borda da Bacia Potiguar (Ceará e Rio Grande do Norte), em Mato Grosso,   no Sudeste (Minas Gerais e litoral sudeste), com pequenas áreas na Bahia e Goiás,  e com pontos esparsos no restante do país, como mostra o mapa.
 
Fonte: Branner (1912)
Joaquim Ferreira

Referências:
Capanema, G.S. - 1859 - Quaes as tradições, ou vestigios geologicos que nos levam a certeza de ter havido terremotes no Brazil. Revista do Instituto Histórico e Geográfico, 22: 135-159.
Branner, J.C. - 1910 - Earthquakes in Brazil. Journal of Geology, 18: 327-335.
Branner, J.C. - 1912 - Earthquakes in Brazil. The Bulletin of Seismological Society of  America, 2: 105-117.
Branner, J.C. - 1920 - Recent earthquakes in Brazil. The Bulletin of Seismological Society of  America, 10: 90-104.
Veloso, J.A.V - 2011- O terremoto que mexeu com o Brasil. Thesauros Editora, 342 pp.

Nenhum comentário:

Postar um comentário