Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3215-3796;
facebook: LabSis Ufrn

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Novo tremor na região de João Câmara em 13/06/2012

    Hoje, às 10:14 UTC (07:14 hora local) ocorreu um tremor de magnitude 1.6 na região de João Câmara. O mapa de localização epicentral está na Figura 1.

Figura 1. Mapa de localização epicentral. O epicentro do sismo está denotado pela estrela vermelha. As estações de Riachuelo (RCBR) e  ACBR estão simbolizadas pelos triângulos azuis. Mapa elaborado por Heleno Lima Neto.
      O registro deste evento na estação de Riachuelo é mostrado na Figura 2, abaixo.
Figura 2. Registro do evento pela estação RCBR. Fonte: USGS.
      Pela magnitude, esse evento está no limiar de percepção para sismos nessa região, podendo ou não ter sido sentido (só o estrondo).
    O epicentro do mesmo está localizado no município de Pureza próximo de onde ocorreu um tremor de magnitude 5.0 em março de 1989 só superado, em magnitude, nessa região, pelo tremor de João Câmara de novembro de 1986 (5.1). O epicentro do evento de hoje está a aproximadamente 70 km de Natal.
    A atividade atual em João Câmara vem sendo registrada desde outubro de 2011, conforme temos noticiado desde outubro (clique aqui).
    A atividade principal na região de João Câmara está relacionada com a denominada Falha de Samambaia (Figura 3).   
Figura 3. Sismos de magnitude maior ou igual a 3.5 na região de João Câmara, dados históricos (Touros e Riachuelo) e instrumentais. São indicadas as magnitudes e epicentros dos dois maiores tremores da Falha de Samambaia bem como de outros eventos de magnitude acima de 4.0 ocorridos na região. A estrela amarela indica o epicentro do tremor de magnitude  1.9 ocorrido em 12/10/2011. Mapa elaborado por Heleno Lima Neto.
    Algo notável que vem ocorrendo desde outubro de 2011 é que embora a Falha de Samambaia tenha mais de 40 km de extensão a atividade sísmica desde essa data está concentrada em somente duas localidades: ou os sismos ocorrem próximo do epicentro de 1986 de magnitude 5.1 ou do epicentro do sismo de 1989 de magnitude 5.0. Não se sabe, até agora, qual a implicação, em termos de perigo sísmico, desse comportamento.

Fonte: LabSis/UFRN; USGS; RSISNE; INCT-ET
Joaquim Ferreira, Heleno Lima Neto, Eduardo Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário