Contatos

twitter: @LabSisUFRN; telefone: 84 3215-3796;
facebook: LabSis Ufrn

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Novos tremores na cordilheira meso-oceânica em 11/04/2012

    Devido à intensa atividade sísmica na cordilheira meso-oceânica está sendo rotina noticiar a ocorrência desses eventos. Hoje, até o momento da postagem, já tivemos a ocorrência de dois tremores, de magnitudes 5.2 (04:53 UTC) e 5.1 (05:44 UTC). Esses tremores tiveram epicentros muito próximos e localizados a aproximadamente 935 km a oeste da ilha de Santa Helena.
    O mapa de localização epicentral desses eventos, bem como de outros eventos ocorridos nos últimos 14 dias, é mostrado na Figura 1. O registro dos tremores de hoje pela estação de Riachuelo (RCBR) é mostrado na Figura 2.
Figura 1. Mapa da localização epicentral dos eventos do dia 11/04/2012 (círculo verde). Os círculos amarelos ao longo da dorsal indicam os epicentros dos tremores ocorridos nos últimos 14 dias. O terceiro evento, de cima para baixo, ocorreu próximo ao arquipélago de São Pedro e São Paulo. Fonte:USGS.
Figura 2. O registro dos eventos de hoje pode ser visto na parte de baixo do sismograma da estação RCBR. Fonte: USGS.
    Qual a importância desses eventos para a sismicidade do Nordeste? Os eventos na dorsal aumentam as tensões no interior da placa sul-americana, principalmente no Nordeste do Brasil. O aumento de tensões é um fator que influencia a ocorrência de tremores. No entanto, esse efeito local pode ser diminuido, embora a distância mitigue um pouco isso, pela sismicidade que ocorre no limite das placas de Nazca e da América do Sul (Chile, Peru), que também continua alta.

Fonte: LabSis/UFRN; USGS
Joaquim Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário